Neto de portugueses, Griezmann construiu sua carreira na Espanha e hoje é artilheiro da França

Rejeitado em vários testes, o baixinho ganhou uma chance da Real Sociedad, foi suspenso pela Federação, convocado perto da Copa do Mundo e se consolidou como grande jogador francês

Neto de portugueses, Griezmann construiu sua carreira na Espanha e hoje é artilheiro da França
Fotomontagem: Hugo Alves/VAVEL Brasil

A França terá a chance de conquistar o terceiro título continental na tarde deste domingo (10). O adversário na grande decisão da Eurocopa 2016 será Portugal, país que não vence os Bleus desde 1975. Um jogador francês, com raízes portuguesas, se destacou mais que os demais na campanha do país-sede nesta Euro: Antoine Griezmann.

O atacante de 25 anos é artilheiro da Eurocopa e um dos principais jogadores da Seleção Francesa. A persistência fez com que Griezmann se tornasse o que ele é hoje. Ele tinha apenas seis anos quando começou a jogar futebol. O seu primeiro clube foi o modesto Charnay et Mâcon 71. Dois anos mais tarde ele foi para o UF Mâcon.

Durante esse período, o jovem Griezmann fez diversos testes em clubes franceses, mas sempre era rejeitado e não conseguia aprovação para iniciar sua jornada. Seu corpo franzino e a baixa estatura serviram como desculpa para as reprovações. Até que aos 14 anos ele participou de um torneio promovido pelo PSG, onde atuou pelo Montpellier.

O Montpellier lhe deu a oportunidade de disputar algumas partidas da competição. Foi lá que um olheiro da Real Sociedad viu potencial no jogador e o convidou. Griezmann passou dois meses o clube basco antes de assinar seu primeiro contrato com o Sub-17.

Entre 2005 e 2009, o francês jogou pelas categorias de base da Real Sociedad. Por duas temporadas, ele atuou pelo time de reservas, que disputava a terceira divisão espanhola. A sua estreia na equipe principal aconteceu no dia 2 de setembro de 2009, quando o técnico Martín Lasarte o convocou devido a vários desfalques. O adversário foi o Rayo Vallecano, em partida válida pela Copa do Rei. O Real perdeu por 2 a 0 e Antoine entrou aos 34 minutos do segundo tempo.

Griezmann foi um dos jogadores fundamentais na conquista da segunda divisão na temporada 2009/10. Ao termino daquela temporada, onde marcou seis gols em 40 partidas, ele assinou seu primeiro contrato profissional. Ainda em 2010, Griezmann foi convocado para a Seleção Francesa Sub-19 que disputou a Eurocopa da categoria. A França foi campeã vencendo a Espanha por 2 a 1, com gol de Lacazette no fim do segundo tempo.

O jovem francês, com 19 anos, marcou seu primeiro gol na La Liga contra o La Coruña. O Real Sociedad venceu por 3 a 0. Ele marcou o segundo gol do triunfo, chamando atenção pela sua comemoração. O camisa 7 entrou em um carro que estava ao lado do gramado.

O jogador dividia suas atenções entre a Real Sociedad e as seleções de base da França. Em 2012, Griezmann participou das eliminatórias para a Euro Sub-21, que aconteceu em 2013. A França passou em primeiro do Grupo 10 com 21 pontos. Nos playoffs, os franceses acabaram eliminados para a Noruega. No jogo de ida, venceram por 1 a 0. Porém, na volta, perderam por 5 a 3 e deram adeus. Os Bleus ficaram de fora da competição Sub-21, mas uma polêmica maior ainda estava por vir.

Descobriram que Griezmann e mais quatro companheiros estavam em uma balada três dias antes do jogo de volta contra a Noruega. Estavam com ele: Yann M'Vila , Chris Mavinga , Wissam Ben Yedder e M'Baye Niang. Todos foram convocados pela comissão disciplinar da Federação Francesa de Futebol para prestar esclarecimentos, já que os jogadores não foram autorizados a sair da concentração. A FFF bateu o martelo, Griezmann ficou suspenso da Seleção Francesa até janeiro de 2014.

Hoje ele poderia estar jogando por Portugal, já que cogitou a possibilidade de ter a cidadania portuguesa durante o período da suspensão. Ele é neto de Amaro Lopes, o Cavada, que jogou no Passos de Ferreira. Os avós foram para a França com quatro filhos, a quinta nasceu lá. Isabelle Lopes, a caçula, é mãe de Griezmann. O sobrenome do garoto veio do pai, Alain.

Mas o jogador esperou e foi convocado para a seleção principal um mês após o termino da suspensão. Seu primeiro jogo foi contra a Holanda. Ele passou em branco na estreia e em sua segunda partida, diante da Noruega. Seu primeiro gol pela seleção aconteceu contra o Paraguai. No último amistoso antes da Copa do Mundo, ele marcou duas vezes ante a Jamaica. Ganhou a confiança de Didier Deschamps na reta final de preparação para a Copa do Mundo e esteve na lista dos 23 que caíram para a Alemanha nas quartas. Após o mundial, a carreira de Griezmann subiu de patamar.

Foto: Jean Catuffe/Getty Images

A sua passagem pela Real Sociedad acabou em 2014, quando se transferiu para o Atlético de Madrid por 30 milhões de euros. Pelo clube do País Basco, ele marcou 52 gols em 202 jogos. Com o time da capital espanhola, ele marcou 57 gols em 107 partidas, além de ter conquistado a Copa do Rei de 2014/15.

Principal jogador do Atlético de Madrid, Griezmann busca redenção. Após perder um pênalti no tempo normal da final da Uefa Champions League e ser derrotado pelo maior rival na marca da cal, o francês tentará levar seu país a gloria dentro do Stade de France. Pela seleção, o camisa 7 marcou 13 gols em 33 partidas. Seis gols foram anotados nesta edição da Eurocopa, tornando-o artilheiro da competição.

Faltam três gols para ele empatar com Cristiano Ronaldo e Michel Platini em número de gols em Eurocopas. Podemos esperar um hat-trick do petit diable?