Promessas marcam e PSG derrota Leicester em seu último amistoso preparatório para 2016/17

Apesar de grande quantidade de gols marcados, quatro garotos vindo do Centro de Formação do clube tiveram grande influencia para o alto placar

Promessas marcam e PSG derrota Leicester em seu último amistoso preparatório para 2016/17
Cavani sendo cumprimentado após marcar o primeiro gol dos parisienses na noite de sábado na California. (Foto: C.Gavelle/PSG)
Paris Saint-Germain
4 0
Leicester City
Paris Saint-Germain: Areola; Meunier (George, min.78), David Luiz (Krychowiak, min.60), Kimpembe (Aurier, min.78), Maxwell (Kurzawa, min. 78); Motta (Rabiot, min. 60), Stambouli (Callegari, min.60), Pastore (Lucas, min.60), Di Maria (Nkunku, min. 60), Ikoné (Edoaurd, min. 78); Cavani (Ben Arfa, min. 60). Técnico: Unai Emery.
Leicester City: Schmeichel; Hernandez (Simpson, min. 46), Huth, Morgan, Chilwell (Fuchs, min. 46); Amartey (Drinkwater, min. 46), Mendy (King, min. 66), Mahrez (Grey, min. 65), Schlupp (Albrighton, min. 46); Ulloa, Ozakaki (Musa, min. 46). Técnico: Claudio Ranieri.
Placar: 1-0, min. 26, Cavani. 2-0, min. 44, Ikoné. 3-0, min. 64, Lucas Moura. 4-0, min. 90, Edouard.
ÁRBITRO: Arbitro: Ismail Elfath (USA). Cartão Amarelo para Luis Hernandez (min. 9), Kipembé (min. 51)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA INTERNATIONAL CHAMPIONS CUP ESTADOS UNIDOS. REALIZADA NO STUBHUB CENTER, EM CARSON.

Nesta madrugada de sábado para domingo (31),  Paris Saint-Germain e Leicester City realizaram o último amistoso de preparação antes de enfrentar seus compromissos da temporada.

Por um lado os atuais campeões da Inglaterra tinham a missão de enfrentar um dos clubes mais ambiciosos da Europa. E, teria que ter personalidade para jogar não mais como zebra, e sim como um dos  grandes times do futebol moderno.

Do outro, diferentemente de outras pré temporadas, na atual, o técnico Unai Emery está aproveitando-a para conhecer melhor o time, e polir o estilo de jogo parisiense. Sabendo lidar com a bola nos pés em situações adversas.

Se Emery escalou o jogo da vitória contra o Real Madrid por 3 a 1 de uma forma. Vários nomes não foram utilizados nos onze iniciais, justamente para melhorar a parte física e distribuir uma briga saudável por posição que não havia com Blanc.

Jogo morno, mas o PSG já começa distribuindo seu favoritismo em campo

O primeiro tempo começou como quase todos da pré-temporada: Chato e preguiçoso. Todavia, Jonathan Ikoné foi o que apareceu melhor. Mesmo com o primeiro gol de pênalti marcado por Edson Cavani, o garoto de 18 anos recém chegado da base parisiense se apresentava melhor em campo.

A dupla de volantes escalada como titular era composta por Thiago Motta e Stamboulli. Por mais que o primeiro ajudava na reposição e distribuição de jogo, o outro não apareceu em campo. O que sobrecarregava demais o brasileiro naturalizado italiano.

Passaram-se minutos e Ikoné marcou o segundo tento, em uma arrancada pelo lado direito por Meunier, o belga apenas enxerga o garoto e entrega a bola nos seus pés para balançar as redes e aumentar a vantagem.

Entretanto, nos últimos minutos o Leicester começou a oferecer mais perigo, exigindo Alphonse Areola realizar quatro grandes defesas em pouco espaço de tempo. Mostrando para seu comandante que tem chances sim, de poder ser dono da baliza.

Emery muda os jogadores, porém os gols continuam

Após a volta do intervalo, o treinador do Campeão Inglês, Leicester resolveu fazer uma alteração, realizando quatro substituições ao mesmo tempo. Algo que não deu certo, até porque minutos depois Emery alterou e fez a mesma formula, colocando especialmente as promessas.

Os garotos deram uma melhora de intensidade na partida e de passes, destaques para o menino Lorenzo Callegari de 18 anos, e Krychowiak, que enfim estreou com as cores Rouge et Bleus.

O primeiro, é uma das grandes sensações ao lado de Ikoné, e muitos o comparam com Marco Verratti e Pirlo, por conta da alta qualidade de distribuir, e dar uma nova cara á equipe. Além de Nkunku, que também demonstrou sua habilidade.

Com uma boa melhora o PSG acabou encontrando o seu terceiro gol, e a jogada começou com Christopher Nkunku achando Maxwell na direta que apenas cruzou para Lucas estufar as redes.

A partida parecia que iria terminar com esse placar, contudo, no minuto final Rabiot fez a deixadinha e Odsonne Edouard corre para sair na frente do goleiro e tocar com muita classe, fechando a contagem. Além dos dos gol ter tido participação dos dois atletas da formação do clube, marcou o primeiro gol profissional de Edouard. 

O PSG venceu todos os jogos da pré-temporada e agora se prepara para encarar o Lyon, no próximo sábado (6). A partida será validade pela Supercopa Francesa, ás 15h45 (horário de Brasília, no Wörthersee Stadion, na Áustria. Lembrando que o Paris é o atual campeão em cima do mesmo adversário.

Já o Leicester, encara o Manchester United, em duelo válido pelo primeiro jogo da Supercopa da Inglaterra, no Wembley, às 12h.