Dirigente do Saint-Étienne reclama de desigualdade em novo sistema da UCL: "É um escândalo"

Com o novo sistema adotado, os quatro primeiros colocados nos campeonatos espanhol, italiano, alemão e inglês vão ter vagar direta para a principal competição do continente europeu

Dirigente do Saint-Étienne reclama de desigualdade em novo sistema da UCL: "É um escândalo"
Novo sistema de classificação para Champions gerou polêmica na França

O novo sistema de classificação para a Uefa Champions League causou muita reclamação por parte dos clubes franceses. A partir da temporada 2018/19, os quatro primeiros colocados dos campeonatos espanhol, italiano, inglês e alemão, vão ganhar vaga direta para a fase de grupos da competição mais importante do continente europeu, pois são os quatro primeiros no ranking da Uefa.

A mudança parece muito boa, envolvendo os quatro primeiros colocados dos melhores campeonatos do mundo. Isso também faria clubes consagrados voltarem a competição e dar mais luxo ao torneio. Em contrapartida, seria uma injustiça com os clubes de outros países, por exemplo os franceses, cujo qual vão três para a competição.

Visto isso, o presidente do conselho do Saint-Étienne, Bernard Caiazzo, não se calou diante da situação e falou toda sua indignação sobre a decisão da Uefa. A França é a quinta colocada no coeficiente da Uefa.

"A forma como essa nova estrutura da competição foi feita é um escândalo”. O dirigente ainda falou ao L’Équipe que “há, hoje em dia, um vácuo de poder na Uefa e na Associação de Clubes Europeus (ECA) que tem sido aproveitado para impor esta reforma com a ajuda de ‘apparatchiks’ da Uefa”, desabafou.

"Na França, ninguém havia sido avisado sobre essas novas regras. Então por que Jean-Michel Aulas [presidente do Lyon], que faz parte do escritório executivo da ECA, não alertou ninguém da liga francesa sobre essas mudanças? O que fizeram é só o primeiro passo para uma liga europeia fechada. É um jeito de permitir que os clubes ricos ganhem ainda mais dinheiro", falou o cartola.

Já o presidente do BordeauxJean-Lous Triaud, revelou ao L'Équipe que aprovou o novo sistema de classificação para a Uefa Champions League, com os três primeiros colocados da Ligue 1 se classificando diretamente para a competição, defendendo a entrada de clubes de nações menores. O campeonato francês é a quinta colocada no ranking da Uefa, estando a muitos pontos atrás do campeonato italiano, quarto colocado.