Lucien Favre analisa segunda derrota do Nice na Europa League: "Krasnodar explorou nossos erros"

Técnico do Nice lamentou erros defensivos que facilitaram a vida dos russos; Balotelli sofreu com problemas respiratórios e vira dúvida para as próximas partidas

Lucien Favre analisa segunda derrota do Nice na Europa League: "Krasnodar explorou nossos erros"
Foto: Divulgação/Nice

O badalado Nice perdeu mais uma na Uefa Europa League. A equipe do sul da França foi derrotada pelo Krasnodar por 5 a 2, em partida válida pela segunda rodada da competição continental. Os Aiglons estão na última posição do Grupo I, um inicio que não era esperado. Mario Balotelli e Wylan Cyprien anotaram os gols para os franceses no duelo contra os russos.

Mais de 10 mil torcedores acompanharam o confronto no Kuban Stadium e viram o time da casa abrir o placar com Smolov. O brasileiro Joãozinho ampliou e Mario Balotelli, ainda no primeiro tempo, diminuiu a vantagem. Na etapa final, Joãozinho marcou o terceiro de pênalti, Cyprien renovou as esperanças francesas, mas Ari anotou dois gols e sacramentou a vitória.

Em entrevista coletiva após o duelo, Lucien Favre, técnico do Nice, lamentou a grande quantidade de gols sofrida pela equipe: “É difícil. Pagamos nossos erros com dinheiro. Erro de posicionamento no primeiro gol, uma trajetória não interceptada no segundo. Mas voltamos do intervalo com 2 a 1 no placar. Sobre o pênalti, um erro foi cometido, mas buscamos o 3 a 2. Não deveríamos ter aberto as portas daquela forma. Deveríamos ter rodado a bola, correr e não perdê-la rapidamente. O Krasnodar explorou nossos erros.

Mesmo com o gol, Mario Balotelli não teve uma atuação destacada e saiu no intervalo. Lucien Favre explicou as condições do atacante: “Ele teve um problema de tosse. Depois de um período um pouco complicado durante o jogo, ele nos disse que estava um pouco melhor. Tentamos manter por mais cinco ou dez minutos, mas ele estava com dor de garganta. O médico irá explicar os sintomas melhor do que eu. No entanto, não podemos nos esconder atrás da desculpa de sua saída, nós também estávamos com dificuldade quando ele estava conosco.

Schalke e Krasnodar possuem seis pontos, Salzburg também não pontuou, assim com o Nice. O técnico falou sobre a situação do grupo: “Sabemos que vai ser difícil. No entanto, ainda restam quatro jogos, tudo é possível. Temos que pensar nos jogos, com o domínio defensivo e ofensivo.

O próximo jogo do Nice será domingo (2), contra o Lorient, pela oitava rodada da Ligue 1. Os Aiglons lideram o campeonato com 17 pontos. O rival Monaco tem um ponto a menos e está na segunda colocação.