Cavani volta a decidir, assume artilharia da Ligue 1 e PSG bate Bordeaux

Uruguaio marcou duas vezes e agora é o artilheiro da Ligue 1 com oito tentos na competição; PSG volta a vencer pelo Campeonato Francês após derrota para o Toulouse na semana passada

Cavani volta a decidir, assume artilharia da Ligue 1 e PSG bate Bordeaux
Foto: Franck Fife/AFP/Getty Images
Paris Saint-Germain
2 0
Bordeaux
Paris Saint-Germain: Areola; Meunier, Thiago Silva, Marquinhos, Kurzawa; Motta, Verratti (Rabiot, min. 73), Matuidi; Lucas (Ben Arfa, min. 79), Cavani, Di Maria (Ikone, min. 88).
Bordeaux: Carrasso; Sabaly, Lewczuk, Pallois, Contento; Plasil (Ounas, min. 57), Toulalan, Sertic; Malcom (Thomas Touré, min. 74), Ménez (Laborde, min. 82), Rolan.
Placar: 1 a 0, Cavani (min. 3) e 2 a 0, Cavani (min. 30)
ÁRBITRO: Anthony Gautier (FRA). Cartões Amarelos: Meunier (min. 51) e Pallois (min. 87).
INCIDENCIAS: Partida válida pela oitava rodada da Ligue 1, temporada 2016/17. Realizada no Parc des Princes, em Paris.

O Paris Saint-Germain reencontrou o caminho das vitórias na Ligue 1. Neste sábado (1º), o time da capital francesa venceu o confronto direto contra o Bordeaux por 2 a 0, com gols de Edinson Cavani, o grande destaque da partida válida pela oitava rodada da competição. A vitória joga a pressão para as demais equipes que brigam na parte de cima da tabela.

Com esse resultado, o Paris SG subiu para a segunda colocação com 16 pontos, um atrás do líder Nice, que tem 17. O Bordeaux segue na quinta colocação com 13 pontos. O atual tetracampeão terá que torcer contra Monaco e Toulouse para seguir na vice-liderança. Os monegascos jogam com o Metz e o TFC pega o Caen.

O próximo compromisso do PSG será contra o Nancy, fora de casa, no sábado (25), pela Ligue 1. No domingo (26), os girondins encaram o Rennes, também fora de casa.

Pressão gigante do PSG e boa vantagem no placar

A partida começou da melhor maneira possível para os parisienses. Aos dois minutos, na primeira descida do PSG, Kurzawa tocou para Di María na linha de fundo. O argentino cruzou na medida para Cavani cabecear no cantinho. Os mandantes seguiram ditando o ritmo do jogo, mantendo a posse de bola (74%) e sufocando o Bordeaux, que estava perdido até então.

Lucas arrancou pelo meio, passou por dois e chutou da entrada da área, o arremate passou à direita da meta, ao lado da trave. Pouco depois, Meunier chutou de fora da área e Carrasso caiu no canto para espalmar. Após cruzamento pela esquerda, Pallois colocou a mão na bola, mas o árbitro não marcou pênalti.

Por aquele lado saiu o segundo gol do PSG. Em um lance cheio de categoria, Lucas tocou de calcanhar para Kurzawa, o lateral cruzou rasteiro e Cavani completou de letra, a bola parou no fundo do gol. O lado direito defensivo do Bordeaux estava fragilizado. O Paris aproveitava para concentrar suas investidas por lá. Kurzawa arrancou em velocidade, entrou na área, e chutou forte. Carrasso fez grande defesa.

Ben Arfa volta; PSG mantém a vantagem

No inicio do segundo tempo, o Bordeaux voltou com outra postura, procurando trocar mais passes e adiantando a marcação. Porém, foi o PSG quem quase marcou. Depois de um recuo errado, Lucas ficou com a bola e chutou em cima de Carrasso. No lance seguinte, Meunier cruzou e Cavani mais uma vez mandou de letra, desta vez o goleiro pegou. Do outro lado, Menéz recebeu em profundidade e completou para o gol, mas o assistente marcou impedimento.

Aos 65 minutos, Lucas fez grande jogada individual, deu um drible sem bola no marcador e tocou na medida para Cavani. O uruguaio ajeitou o corpo, mas acabou escorregando na hora do arremate. Carrasso conseguiu salvar e impediu o tento. O PSG também teve um gol anulado corretamente. Di María foi lançado em profundidade e mandou na saída do arqueiro, o assistente levantou a bandeira.

Após cinco jogos sem ser relacionado, Hatem Ben Arfa entrou na vaga de Lucas. No final do jogo, o Bordeaux teve sua melhor chance: A bola ficou viva na área, a defesa não conseguiu afastar o perigo. Laborde tentou a finalização, mas Areola fechou o ângulo e conseguiu impedir o chute.