Toulouse bate Monaco com dois do atacante Braithwaite e entra no G-3 da Ligue 1

Dinamarquês anotou dois tentos e ainda deu uma assistência para o golaço de Trejo; Monaco perde a chance de assumir a liderança provisória da liga

Toulouse bate Monaco com dois do atacante Braithwaite e entra no G-3 da Ligue 1
Foto: Pascal Pavani/AFP/Getty Images
Toulouse
3 1
Monaco

O surpreendente Toulouse venceu mais uma e entrou na zona de classificação à Uefa Champions League. Comandados por Martin Braithwaite e Oscar Trejo, o TFC venceu o Monaco por 3 a 1, de virada, em partida válida pela nona rodada da Ligue 1. O resultado impediu os monegascos de se aproximarem da liderança do campeonato.

Após essa importante vitória, o Toulouse subiu para a terceira colocação com 17 pontos. O Paris Saint-Germain caiu para a quarta posição com 16. O Monaco estacionou na vice-liderança com 19 pontos ganhos.

Na próxima rodada, o Toulouse visita o Angers, no sábado (22). O time do principado encara na terça-feira (18), o CSKA Moscou pela terceira rodada da fase de grupos da Champions. Na sexta-feira (21), o adversário do Monaco na Ligue 1 será o Montpellier.

Monaco abre o placar, mas Toulouse vira o jogo no fim

Foto: Romain Perrocheau/Getty Images

A partida começou da melhor maneira possível para a equipe visitante. Aos três minutos, em cobrança de falta, Gabriel Boschilia levantou a bola no tumulto, o capitão Germain subiu mais alto que a marcação e cabeceou no ângulo, sem chances para o goleiro. A resposta do Toulouse veio pouco depois: após cruzamento da direita, Braithwaite testou no canto e Subasic defendeu.

Mesmo com a desvantagem, o Toulouse era perigoso e criava chances: Durmaz levantou na área, Subasic afastou, mas Issiaga Sylla cabeceou no rebote e obrigou o goleiro croata a fazer grande defesa. Os mandantes apostavam muito nas jogadas aéreas, principalmente com Trejo cobrando faltas. Porém, a defesa monegasca levava a melhor. Em uma escapada pela direita, Braithwaite chutou prensado por Jemerson, a bola tomou o caminho do gol e Subasic espalmou para escanteio.

Na volta do intervalo, Gabriel Boschilia cobrou falta com categoria no canto do goleiro, tirando tinta da trave. Lafont já estava batido no lance. Do outro lado, após chutão, Jemerson se atrapalhou e armou contra-ataque para o Toulouse. Braithwaite recuperou a posse, mas chutou travado pelo zagueiro brasileiro, Subasic encaixou. Percebendo a pressão do Toulouse, Leonardo Jardim tirou Boschilia e colocou Lemar para dar uma revigorada no meio-campo. O ex-São Paulo estava no banco de reservas com uma bolsa de gelo no joelho.

O Toulouse criava mais oportunidades e mantinha a posse por mais tempo, totalizando 55%. Insistindo, a equipe da casa empatou o jogo com um gol maravilhoso: Trejo cobrou escanteio e Fabinho afastou. O camisa 10 do Toulouse recuperou a bola, deu um chapéu no brasileiro e cruzou na segunda trave para Braithwaite. O dinamarquês devolveu de cabeça, pegando todo mundo de surpresa. Trejo reapareceu livre e cabeceou para as redes, anotando um golaço.

Somália, brasileiro com passagens por Bangu e Paraná Clube, entrou na vaga de Trejo aos 76 minutos. Na reta final do jogo, o Toulouse seguiu melhor e virou com seu principal jogador. Somália recebeu na esquerda e cruzou rasteiro para o meio. Braithwaite chutou de primeira e não deu chances ao goleiro Subasic, fazendo o Estádio Municipal tremer. O dinamarquês estava imparável e anotou o terceiro do TFC: após bola longa, Jemerson errou o corte e a sobra ficou com Braithwaite. O camisa 9 bateu cruzado, no canto.