Lacazette volta a marcar, mas Lyon sofre virada do Guingamp e vê G-3 se afastar

Artilheiro do Lyon, Lacazette marcou pela primeira vez após retornar de lesão; ele não anotava um gol desde 27 de agosto; Valbuena se machucou e deixou o campo na maca

Lacazette volta a marcar, mas Lyon sofre virada do Guingamp e vê G-3 se afastar
Foto: Philipe Desmazes/AFP/Getty Images
Lyon
1 3
Guingamp

A má fase do Lyon parece que não está perto do fim. Jogando em casa, o hepta campeão francês perdeu de virada para o modesto Guingamp por 3 a 1, em partida realizada neste sábado (22), pela décima rodada da Ligue 1. Os Gones abriram o placar com o artilheiro Alexandre Lacazette, mas sofreram o revés graças a Salibur e Marcus Coco, autor de dois tentos para o rubro-negro.

Com o grande resultado fora de casa, o Guingamp subiu para a quinta posição com 17 pontos. O Lyon ainda está com 13 pontos, mas poderá perder mais posições de acordo com os resultados desta rodada. Nas últimas cinco partidas, o Lyon perdeu quatro (três seguidas) e venceu apenas o clássico contra o Saint-Étienne. A equipe se complicou na Champions e ainda se distanciou do G-3 da Ligue 1.

O Lyon terá a chance de se recuperar no próximo sábado (29), quando visita o Toulouse. O Guingamp terá pela frente o Bastia, pela Copa da Liga Francesa, na quarta-feira (26).

Valbuena deixa o gramado na maca (Foto: Philipe Desmazes/AFP/Getty Images)

Os mandantes quase abriram o placar aos três minutos: Sergi Darder recebeu em profundidade pela direita e finalizou, obrigando o goleiro a mandar para escanteio. Na cobrança do canto, Ghezzal mandou na pequena área e Lacazette cabeceou para fora. A resposta do Guingamp veio na bola parada: Salibur levantou na área, Kerbrat desviou e Lopes salvou em cima da linha.

Durante o primeiro tempo, o Lyon encontrou o adversário no campo defensivo, mas não conseguiu, na maioria das vezes, aproveitar as chances criadas. Até que aos 35 minutos, Moustapha Diallo derrubou Gonalons na área e o árbitro apontou a marca da cal. Lacazette cobrou rasteiro, no meio do gol, e abriu o marcador para o time da casa.

Na volta do intervalo, o Guingamp aproveitou erro coletivo da defesa do Lyon e empatou a partida logo no primeiro minuto do segundo tempo: Briand foi acionado, Diakhaby errou e o atacante invadiu a área. O camisa 23 tentou um drible, mas a bola sobrou para Salibur, que encheu o pé para vencer Anthony Lopes.

A virada do time visitante aconteceu minutos depois. Diakhaby saiu jogando errado, após boa troca de passes do Guingamp, a bola chegou até Briand. O capitão tentou cruzar duas vezes, até que conseguiu e Marcus Coco só teve o trabalho de empurrar para as redes. Do outro lado, o assustado Lyon quase empatou com Lacazette. O camisa 10 cobrou falta com categoria e Johnsson fez grande defesa.

Melhores em campo, o rubro-negro pressionava a saída de bola do Lyon. Os Gones erravam muito e não tinham capacidade para sair da pressão. Vendo isso, o técnico Bruno Génésio tirou Sergi Darder e colocou Valbuena. Mas o francês se chocou com o brasileiro Fernando Marçal e se contundiu seriamente. O baixinho deixou o gramado na maca médica, não liberaram detalhes da lesão. Dois minutos depois veio a facada final do EAG: Marcus Coco passou como quis por Rafael, driblou N'Koulou e fuzilou, marcando um belo gol. No final, o OL ainda criou uma chance com Lacazette, sempre ele, mas o arremate foi defendido pelo goleiro sueco.

Com o apito final, os jogadores do Lyon ouviram uma vaia gigantesca no Stade des Lumières. Alguns estavam desolados, não acreditando no momento do clube. Em uma cena curiosa, o capitão Gonalons foi conversar com alguns ultras da equipe, que demonstravam impaciência no bate-papo com o volante. Essa é apenas a terceira derrota do time no novo estádio.