Nenhum jogador da Ligue 1 é indicado ao prêmio Bola de Ouro, da France Football

Revista francesa divulgou os 30 nomes que concorrem ao prêmio de melhor do ano, mas nenhum deles atua na liga da França; atual momento da Ligue 1 é um dos motivos

Nenhum jogador da Ligue 1 é indicado ao prêmio Bola de Ouro, da France Football
Foto: Getty Images

A France Football divulgou a lista com os 30 jogadores indicados ao prêmio Bola de Ouro nesta segunda-feira (24). Curiosamente, nenhum desses atletas atua na França. A Ligue 1 é vista como a quinta principal liga da Europa, mas nesta edição da premiação, jogadores que atuam naquele país não foram listados.

Com a saída de Zlatan Ibrahimovic, a França sentiu a ausência de um grande astro de grande qualidade técnica e midiática no Campeonato Francês. O ex-camisa 10 do PSG sempre é listado no segundo escalão de melhores jogadores do futebol mundial, por isso aparece nas mais diversas listas. O sueco não renovou com o clube da capital e rumou para Manchester, deixando uma enorme lacuna.

A La Liga teve 13 jogadores indicados, oito jogadores da Premier League foram listados, incluindo Zlatan. Já Dortmund e Bayern emplacaram cinco jogadores da Bundesliga na Bola de Ouro. Por sua vez, a Serie A ainda teve três jogadores lembrados. Rui Patrício, goleiro do Sporting, campeão da Eurocopa, também foi indicado.

Títulos são importantes para a ingressão em uma lista como essa. Caso a França tivesse vencido a Eurocopa 2016, alguns poucos jogadores que atuam na Ligue 1 estariam nesta lista. Portugal venceu e colocou Rui Patrício e Pepe, por exemplo.

Não é nenhum absurdo a ausência de jogadores que atualmente estão na Ligue 1 nesta lista, pelo contrário: é algo até natural. Mas claro que alguns poderiam entrar nela. Porém, o nível técnico do futebol francês implica nisso. Nem mesmo os melhores jogadores na teoria estão conseguindo render além do esperado. Ángel Di María, Blaise Matuidi, Marco Verratti e Thiago Silva poderiam estar na lista. Já a entrada de Rui Patrício é a mais questionada. Mas na ausência do goleiro, vários jogadores de outras ligas como David De Gea, Aléxis Sánchez, Marcelo e Karim Benzema, poderiam entrar.

Mas, evidentemente, há franceses na lista: Antoine Griezmann, do Atlético de Madrid; Hugo Lloris, do Tottenham; Paul Pogba, do Man United; e Dimitri Payet, do West Ham. Porém, nenhum com grandes chances de concorrer entre os três primeiros colocados.

A ausência de jogadores da liga francesa numa eleição de uma revista francesa precisa servir de alerta. O país necessita ter de volta a competitividade tanto no campeonato, quanto nas copas. Além disso, os clubes não podem ser apenas figurantes nas ligas europeias. Nem o PSG consegue ir longe. O grande hype do time da capital já passou e não atrairá grandes jogadores como em outros tempos. O atual cenário é de venda de jogadores e não a permanência ou a contratação de bons nomes.