Brasileiro Pedro Henrique marca no fim e Rennes elimina rival Lorient na Copa da Liga

O brasileiro ex-Caxias marcou dois gols e classificou o Rennes, eliminando o rival Lorient; gol da vitória veio ao 50 do segundo tempo

Brasileiro Pedro Henrique marca no fim e Rennes elimina rival Lorient na Copa da Liga
Foto: Loic Venance/AFP/Getty Images
Rennes
3 2
Lorient

Em partida válida pela fase 16 avos de final da Copa da Liga Francesa, o Stade Rennais recebeu o rival Lorient no Roazhon Park, nesta quarta-feira (26). Em um jogo emocionante, o rubro-negro venceu o clássico da Bretanha por 3 a 2, com grande destaque para o brasileiro Pedro Henrique, autor de dois tentos. O outro gol do Rennes foi anotado por Said, enquanto que Waris e Lautoa marcaram para os Merlus.

Antes da partida, o judoca Teddy Riner deu o pontapé inicial. Nas oitavas de final da Coupe de la Ligue, o Rennes vai encarar o Monaco no principado. A partida poderá acontecer dia 13 ou 14 de dezembro deste ano. A competição é a terceira em importância no futebol francês, mas sempre priorizada por equipes médias e pequenas da Ligue 1, Ligue 2 e as da terceira divisão que participam.

Eliminado pelo rival, o Lorient agora foca na Ligue 1, onde é o último colocado com seis pontos. A equipe enfrenta o Montpellier no sábado (29), em casa. No dia seguinte, o Rennes recebe o Metz. Ambos os jogos válidos pela 11ª rodada.

O Lorient começou muito melhor na partida, criando duas boas chances, assustando o goleiro Costil. Barthelmé e Lautoa tiveram oportunidades, mas não aproveitaram. Mas que não faz, leva! Aos 16 minutos, o Rennes abriu o placar: Janvier cobrou escanteio, Erasmus cabeceou e o goleiro Delecroix espalmou em cima de Pedro Henrique. O brasileiro, no reflexo, conseguiu fazer o movimento e mandar a bola para as redes.

A partida seguiu movimentada até o intervalo. O Rennes apostava no contra-ataque, enquanto que o Lorient buscava o empate nas bolas paradas. O sul-africano Erasmus deu muito trabalho a defesa do time visitante. Do outro lado, Cafú desperdiçou uma cabeçada, mandando à direita do gol de Costil.

No segundo tempo, o jogo ficou maluco. O rubro-negro ampliou a vantagem com um golaço. Zargo Touré saiu jogando errado e Said recuperou a posse. O camisa 11 avançou e arrematou de fora da área, batendo com nojo na bola, no cantinho. Ela parou na bochecha da rede, um golaço do Rennes.

O técnico Franck Haise fez as três alterações de uma só vez. E as mudanças surtiram efeito no final do jogo. Aos 41 minutos, o experiente Armand meteu a mão na bola e o árbitro apontou a cal. Waris bateu no meio do gol e diminuiu a vantagem. No desespero, os visitantes empataram o jogo aos 47 minutos. Bola levantada na área, o goleiro Costil saiu mal e tirou parcialmente, Lautoa teve tranquilidade para tocar por cima de todo mundo e marca um golaço por cobertura.

Quando todos no Roazhon Park imaginavam a prorrogação, o Rennes conseguiu anotar o gol da vitória no último lance do clássico. Após escanteio cobrado para o tumulto, quando o relógio marcava quase 50 minutos, a bola ficou viva na pequena área. Bensebaini tentou, Gnagnon teve o chute bloqueado, Hunou se atrapalhou e a redonda apareceu na medida para Pedro Henrique. O camisa 18, oportunista, tocou no canto do goleiro e correu para a galera. Explosão de alegria no estádio.

Resultados da Copa da Liga Francesa

Stade Lavallois 0 x 2 Montpellier (terça)

Nantes 2 x 1 Angers (terça)

Châteauroux 0 x 2 Bordeaux

Nancy 4 x 2 Caen

Dijon 1 (4) x (5) 1 Sochaux

Bastia 1 (3) x (4) 1 Guingamp

Paris 1 (6) x (7) 1 Metz

Rennes 3 x 2 Lorient

Toulouse 1 x 0 Auxerre

Clermont 1 x 2 Olympique de Marseille