Cavani anota golaço, PSG vence Rennes e se aproxima da liderança

Parisienses aproveitam erros do goleiro do Rennes e goleiam dentro de casa; Nice perdeu e a diferença agora é de três pontos

Cavani anota golaço, PSG vence Rennes e se aproxima da liderança
Foto: C.Gavelle/PSG
PSG
4 0
Rennes
PSG : Trapp; Aurier, Marquinhos, T. Silva, Maxwell; Rabiot, Verrati, Matuidi (T. Motta Min. 61); Di Maria, Lucas (Ben Arfa Min. 69), Cavani (Jesé Min. 45+2). Técnico: Unay Emery
Rennes: Costil; Danzé, Pedro Mendes, Gnagnon, Baal; Gelson Fernandes, Bensebaini (Janvier Min. 63), Pedro Henrique (Grosicki Min. 56), Ntep (Diakhaby Min. 78); Gourcuff; Sio. Técnico: Christian Gourcuff
Placar: 1 – 0 Min. 31 Gélson Fernandes (Contra), 2 – 0 Min. 42 Cavani, 3 – 0 Min. 67 Rabiot, 4 – 0 Min. 79 Verratti.
ÁRBITRO: Amaury Delerue (FRA) Cartões Amarelos: Pedro Mendes (Min. 48), Pedro Henrique (Min. 50), Marquinhos (Min. 61).
INCIDENCIAS: Partida Válida Pela 12ª rodada da Ligue 1 2016/17. Estádio: Parc des Princes/Paris (França) Público: 42.202 Pagantes

O PSG enfrentou o Rennes no Parc des Princes pelo encerramento da 12ª rodada da Ligue 1 2016/17, neste domingo (6). O time da capital, buscando se encontrar neste campeonato após um começo de altos e baixos, enfrentou uma equipe que também visa o G-3.

A equipe da casa levou a melhor e venceu por 4 a 0 com gols de Gélson Fernandes, contra, Edinson Cavani, Rabiot e Verrati. O resultado manteve o PSG na terceira colocação com 26 pontos. Já o time preto e vermelho está em quinto com 20 pontos. O líder Nice perdeu para o Caen e segue com 29.

O próximo jogo do PSG será contra o Nantes nesse mesmo estádio. Enquanto que o Rennes recebe o Angers no Roazhon Park, os jogos serão realizados no próximo dia (19). Não haverá rodada na próxima semana por conta da data Fifa.

Cavani anota golaço de fora da área

O time visitante, que faz um inicio de campeonato, começou em cima e logo aos três minutos Gourcuff serviu para Ntep, que em seguida arriscou ao gol e obrigou o goleiro Trapp a fazer a defesa.

Depois, o time da casa só respondeu aos 18 minutos em um belo passe de Ángel Di María para Aurier, o lateral marfinense entrou em diagonal e cruzou para o meio da área, mas Costil defendeu. O PSG quase abriu o marcador aos 20', em cobrança de escanteio batido por Di María. O capitão da equipe, o zagueiro brasileiro Thiago Silva, cabeceou, mas Gélson Fernandes tirou em cima da linha.

Mas as aos 31 minutos os mandantes abriram o placar em outra jogada de escanteio e de novo com Di María. O argentino cobrou fechado, Cavani desviou de cabeça, obrigando Costil a fazer linda defesa, porém, a bola desviou em Fernandes e entrou para o fundo do gol.

Antes do intervalo, os parisienses fizeram o segundo gol e uma pintura de Cavani. O atacante uruguaio recebeu um presente de Pedro Mendes e em seguida mandou por cobertura ao ver Costil adiantando e fazendo um lindo gol para sua equipe.

Com três bolas na trave, Rabiot e Verratti marcam e decretam a goleada do time da capital

Na etapa final, o time da casa continuou insistindo e querendo aumentar o marcador. Aos dois minutos, Di María arriscou ao gol, mas a bola saiu por cima da meta adversária. O argentino teve outra chance, mas foi interceptado por Gourcuff. Por pouco os parisienses não fizeram mais um aos 21 minutos, no arremate de fora da área de Aurier, que mandou uma bomba e a bola explodiu no travessão de Costil.

Entretanto, um minuto depois, o PSG fez o terceiro. Di Maria deu passe para Rabiot, o volante arriscou de canhota de fora da área, e contou com a colaboração do goleiro Costil para deixar sua marca na partida.

O time da capital teve outra bola na trave e de novo com Aurier, que pegou a sobra e quase fez o seu gol. A equipe visitante até que tentou e o polonês Grosicki que arriscou fraco, facilitando a defesa a Trapp.

Aos 34 minutos, o Paris marcou o quarto gol: Rabiot tocou para Di María que arriscou errado, mas Jesé conseguiu recuperar a bola perdida e cruzou para Verratti arriscar ao gol e mandar no canto esquerdo do goleiro. Nos acréscimos da partida o ítalo-brasileiro Thiago Motta arrematou ao gol e mandou a bola na trave, sendo só a terceira no jogo.