Em dia pouco inspirado de Balotelli, Nice é derrotado pelo Caen e perde primeira na Ligue 1

O time do sul da França foi derrotado pelo Caen por 1 a 0, mas manteve a liderança do campeonato

Em dia pouco inspirado de Balotelli, Nice é derrotado pelo Caen e perde primeira na Ligue 1
Foto: Divulgação/Caen

Neste domingo (6), caiu o último invicto do Campeonato Francês. Em jogo válido pela 12ª rodada da Ligue 1, o Nice foi derrotado pelo Caen por 1 a 0. A partida foi realizada no Estádio Michel d’Ornano, casa do Caen. Apesar de perder a invencibilidade, a equipe do sul da França continua na ponta da tabela com três pontos de diferença para o vice-líder Monaco, que goleou o Nancy por 6 a 0.

Na próxima rodada, tanto Nice quanto Caen terão confrontos bastante difíceis. Enquanto o Nice visitará o Saint-Étienne, o Caen irá ao sul da França para enfrentar o Olympique de Marselha. Ambos os jogos acontecem domingo (20). O Bleu et rouge subiu para 15º com 13 pontos.

Mesmo jogando contra um adversário que luta para fugir do rebaixamento, o Nice não conseguiu se impor diante dos donos da casa. O atacante italiano Mario Balotelli, que tem sido um dos destaques do time do sul da França no campeonato, teve um dia pouco inspirado e não conseguiu balançar as redes. Antes do jogo contra o Caen, Balotelli tinha uma média de 0,77 gol por partida.

O Caen não se intimidou com o fato de enfrentar o líder do campeonato e mostrou bastante agressividade no ataque e uma defesa bem compacta. No primeiro tempo, a equipe da Normandia levou perigo ao gol do Nice com Yahia, aos 13 minutos, Rodelin aos 19 e 25 minutos, e Da Silva, aos 28 minutos.

Agressividade do Caen no ataque foi recompensada aos 42 minutos do primeiro tempo. O juiz da partida marcou pênalti após o lateral brasileiro Dalbert derrubar o atacante Ronny Rodelin na área. O atacante croata Ivan Santini cobrou o pênalti que deu a vitória para Caen.

Na etapa complementar, o treinador Lucien Favre modificou o sistema de jogo do Nice, fazendo com que o meio-campo Belhanda jogasse mais perto da dupla de ataque formada por Pléa e Balotelli. Apesar das mudanças feitas por Favre, foi o Caen que a melhor oportunidade de gol da etapa complementar. O goleiro do Nice, Yoan Cardinale, teve que fazer uma defesa difícil após a cabeçada do lateral Frederic Guilbert.