Nathalie Boy de la Tour é eleita a primeira mulher presidente de uma liga europeia

Após a reprovação da primeira votação, Raymond Domenech retirou a candidatura e Nathalie Boy de la Tour foi eleita pelos próximos quatro anos; conselheira da LFP, ela comandará as duas principais divisões da França

Nathalie Boy de la Tour é eleita a primeira mulher presidente de uma liga europeia
Foto: Franck Fife/AFP/Getty Images

A Ligue de Football Professionnel elegeu pela primeira vez uma mulher para o cargo de presidente. Nathalie Boy de la Tour estará à frente da organização pelos próximos quatro anos. A eleição aconteceu nesta sexta-feira (11). Nathalie comandará a Ligue 1, Ligue 2, Coupe de la Ligue e a SuperCopa da França. Além disso, a LFP também elegeu seu novo Conselho de Administração.

Com a eleição, a LFP é a pioneira na Europa. Nathalie será a primeira mulher a comandar uma liga no velho continente. Ela faz parte do Conselho de Administração da LFP desde julho de 2013, como membro independente. A nova mandatária ficou conhecida no meio dos dirigentes por ser a Gerente Geral da Fondaction du Football, um braço da Federação Francesa cujo objetivo é promover uma visão diferente, mais popular, da modalidade.

Nathalie Boy de la Tour falou sobre sua nova função e pediu a união dos clubes para o crescimento do futebol francês: “Eu gostaria de agradecer a todos os clubes e às famílias do futebol pela fé depositada em mim, temos importantes questões em jogo. O futebol profissional tem de reencontrar a sua confiança e coesão. Com Didier Quillot (diretor executivo) e todas as equipes da Liga, Vamos trabalhar juntos para progredir nesse sentido.

Entretanto, a eleição não foi tranquila. Jean-Michel Roussier, ex-presidente do Marseille e um dos conselheiros, enfrentou Raymond Domenech, ex-técnico da Seleção da França. Na primeira rodada, o Conselho de Administração da LFP votou e o resultado foi 12 a 12. Outra rodada aconteceu e Domenech levou por 13 a 10. Mas a eleição não foi homologada, já que Assembleia Geral reprovou a eleição com 66% de rejeição. Diante deste cenário, Domenech retirou sua candidatura.

Outra reunião do Conselho foi feita e Nathalie Boy de la Tour surgiu como a única concorrente. A imprensa francesa afirma que foi uma manobra política para que a conselheira fosse eleita presidente. Segundo informações, Jean-Michel Aulas, presidente do Lyon, foi o cabeça do movimento que elegeu Nathalie.

Frédéric Thiriez estava presidente da Liga desde 2002. Ele anunciou meses atrás que não tentaria mais uma reeleição. Uma das polêmicas recentes de seu mandato foi a tentativa de diminuir o número de rebaixados de três para dois. Mas a FFF vetou a mudança. Agora Nathalie Boy de la Tour terá que gerir as duas principais divisões, a Copa da Liga e a SuperCopa. O grande objetivo é aproximar o futebol amador do profissional e estreitar relações com a Federação. O cenário é complicado, pois a Ligue 1 sofre com o nível técnico, e precisa recuperar o prestigio na Europa.

Confira a lista de membros do novo conselho para os próximos quatro anos:

Representantes da Ligue 1: Nasser al-Khelaïfi (Paris Saint-Germain), Jean-Michel Aulas (Olympique Lyonnais), Bertrand Desplat (EA Guingamp), Jean-François Fortin (SM Caen), Laurent Nicollin (Montpellier), Jean-Pierre Rivère (OGC Nice), René Ruello (Stade Rennais) e Vadim Vasilyev (Monaco).

Independentes: Nathalie Boy de La Tour, Alain Guérini, Vincent Labrune e Jean-Michel Roussier.

Lista completa