Cavani marca no fim, PSG vence Lyon e fica próximo à liderança

Uruguaio anotou dois gols e garantiu a vitória do Paris fora de casa; Lyon fica 11 pontos atrás do líder Nice

Cavani marca no fim, PSG vence Lyon e fica próximo à liderança
Foto: Jeff Pachoud/AFP/Getty Images
Lyon
1 2
Paris Saint-Germain

O Paris Saint-Germain está mais próximo da liderança da Ligue 1. A equipe da capital venceu o rival Lyon por 2 a 1 no Stade de Lumières e está apenas um ponto atrás do Nice. Neste domingo (27), em partida válida pela 14ª rodada, os parisienses venceram por 2 a 1, com dois gols de Cavani. Mathieu Valbuena descontou para os mandantes.

Com o resultado, o PSG segue na terceira colocação com 32 pontos, a mesma pontuação do Monaco, que leva a melhor no saldo de gols. O líder Nice tropeçou e apenas empatou com o Bastia em 1 a 1. Assim, a equipe de Balotelli, que está lesionado, tem apenas 33 pontos. A disputa pela ponta na reta final do primeiro turno será interessante.

O Stade de Lumières era a grande fortaleza do Lyon. Foram 13 jogos invictos no novo estádio que foi inaugurado em janeiro, mas agora já acumulam três derrotas nos últimos quatro jogos no local (Incluindo uma derrota por 3 a 1 para o modesto Guingamp). A realidade do Lyon deve ser brigar por vaga em competições europeias. O clube caiu para 7º com 22 pontos, 11 atrás do líder Nice. O próximo jogo do OL será contra o Nantes, na quarta-feira (30). No mesmo dia, o PSG pega o Angers.

Dois tempos distintos; Cavani resolve

Mesmo atuando fora de casa, o PSG lembrou aquele time dominador das últimas temporadas e começou ditando o ritmo da partida e mantendo a posse da bola. Além disso, conseguia bloquear as investidas iniciais do Lyon. A primeira boa chance dos visitantes aconteceu através da bola parada: Bem Arfa cobrou escanteio e Thiago Motta subiu cabeceando à esquerda da meta, raspando a trave.

Aos 27 minutos, outra bola levantada na área. Motta foi chutado pelo lateral Rafael e o árbitro apontou a marca da cal. Edinson Cavani cobrou com força, no meio do gol e abriu o placar para o PSG. Dominando a partida e não dando chances ao Lyon, o Paris quase ampliou. Bem Arfa tocou para Cavani, que rolou para Lucas na direita. O camisa 7 encheu o pé e mandou ao lado da trave. O chute cruzado tirou tinta.

O Lyon voltou com outra postura para o segundo tempo. Gonalons achou Rafael na direita, o lateral driblou o marcador, trouxe para o meio e chutou com estilo, acertando a trave. No rebote, Valbuena mandou para o fundo das redes e fez o Stade de Lumières tremer, arrancando gargalhadas do presidente Jean-Michel Aulas. A equipe da casa seguiu pressionando: Morel cruzou rasteiro, Lacazette desviou e mandou na rede pelo lado de fora. Pouco depois, o capitão Gonalons soltou a bomba de fora da área e quase anotou um golaço.

Vendo o crescimento absurdo do Lyon na partida, o técnico Unai Emery sacou Bem Arfa e colocou Meunier para arrumar a defesa. Aos poucos, o Paris foi se acertando e voltando a conter as investidas do Lyon. E se tratando de PSG, você não pode bobear. Em contra-ataque, Lucas lançou Munier pela faixa direita. O lateral avançou até a linha de fundo e cruzou na medida para Cavani escorar, anotando seu segundo tento na partida.

Após o gol, os visitantes passaram a parar o jogo com faltas, deixando o tempo passar. O Lyon partiu para o ataque em busca de recuperar o prejuízo. Tolisso teve uma grande oportunidade em arremate de perna esquerda, mas Areola pegou. No lance seguinte, Krychowiak arriscou para boa defesa de Lopes. No fim, o PSG segurou o resultado e venceu mais uma na Ligue 1.