Daniel Alves anota golaço de falta, PSG vira sobre Monaco e conquista SuperCopa

Brasileiro é decisivo em jogo realizado no Marrocos, e equipe parisiense inaugura temporada com título; PSG conquista o Trophée des Champions pela quinta vez seguida

Daniel Alves anota golaço de falta, PSG vira sobre Monaco e conquista SuperCopa
Daniel Alves foi o nome do jogo (Foto: Getty Images)
Monaco
1 2
PSG
Monaco: Subasic; Sidibé (Saint-Maximim, min.77), Glik, Jemerson, Kongolo (Rony Lopes, min.65); Touré , Fabinho, Tielemans, Lemar; Falcao, Mbappé (Carrillo, min.70).
PSG: Areola; Meunier, Marquinhos, Thiago Silva, Kurzawa; Thiago Motta (Matuidi, min.70), Verratti (Nkunku, min.89), Rabiot; Dani Alves, Pastore (Gonçalo Guedes, min.85), Cavani.
Placar: 1-0 (Sidibé, min.30), 1-1 (Dani Alves, min.50)
ÁRBITRO: Noureddine El Jaafari (MAR). Cartões amarelos: Glik (min.52), Verratti (min.81), Fabinho (min.81)
INCIDENCIAS: Partida válida pela final da Supercopa da França, realizada no Grand Stade de Tanger, Marrocos.

A temporada do futebol francês começou com um embate valendo título entre as duas principais equipes do país. Monaco e Paris Saint-German duelaram entre si pela SuperCopa da França, e o campeão da Copa da França levou a melhor: vitória de virada por 2 a 1.

O brasileiro Daniel Alves foi o grande destaque. Além de marcar seu primeiro gol pelo PSG em bela cobrança de falta, o lateral deu grande assistência para Rabiot marcar o da virada. Sidibé abriu o placar para o time do Principado.

Agora, as duas equipes já voltam suas atenções para o próximo fim de semana, quando ocorrerá a primeira rodada do Campeonato Francês. O Monaco receberá o Toulouse no dia 4 de agosto, enquanto o PSG enfrenta o recém-promovido Amiens, vice-campeão da última Ligue 2.

Primeira etapa de poucas chances, mas gol de Sidibé

O primeiro tempo contou com muito equilíbrio, mas leve vantagem para o clube de Paris, que criou as melhores oportunidades. Aos sete, Kurzawa avançou pela esquerda e mandou a bola na área. O brasileiro Dani Alves pegou de primeira e Subasic defendeu em dois tempos. Seis minutos depois, nova investida do lateral esquerdo, que cruzou rasteiro e Cavani, quase na pequena área, teve a finalização bloqueada por Jemerson.

No entanto, quem saiu na frente do marcador foi o Monaco. Em lindo contra-ataque, Tielemans recebeu de Falcao e enfiou lindo passe para Sidibé. O lateral francês avançou livre em direção à área e mandou uma cavadinha por cima de Areola para fazer 1 a 0 aos 30 minutos de jogo.

O tento não foi suficiente para mudar o panorama do jogo: muitas disputas no meio campo e poucas chances criadas. Aos 32', Mbappé gingou contra Meunier e chutou cruzado, mas Marquinhos colocou o pé e impediu o que poderia ser um gol certo. Antes do fim do primeiro tempo, Verratti ainda arriscou chute na entrada da área para fácil defesa de Subasic.

PSG conta com brilho de Dani Alves para virar o placar

Ambos os times voltaram sem alterações para a segunda etapa. E logo aos cinco minutos, brilhou a estrela do brasileiro Daniel Alves. Em cobrança de falta, o lateral direito, que atuou no ataque, mandou a bola no ângulo direito da meta de Subasic, marcando seu primeiro gol pelo PSG e empatando a partida.

O lance mudou o ritmo da partida, principalmente a favor do PSG. Apesar de Tielemans finalizar de fora da área com perigo aos 56, a equipe parisiense começou a chegar com mais facilidade à área do Monaco, principalmente com Daniel Alves. Aos 59, o lateral da Seleção cruzou na cabeça de Rabiot, que mandou pra fora. Um minuto depois, meio sem querer, quase marcou outro gol em cruzamento errado, mas Subasic afastou para escanteio.

Aos 63, porém, a dobradinha Daniel Alves e Rabiot finalmente funcionaria. Ao avançar pela direita, o lateral cruzou e deixou o francês apenas com o trabalho de cabecear sozinho, sem chance de defesa para Subasic, e dar ao PSG a vantagem na partida.

Com o cenário do jogo modificado, os comandados de Unai Emery decidiram segurar mais a bola e administrar o placar. Já o técnico Leonardo Jardim promoveu as entradas de Saint-Maximim, Rony Lopes e Guido Carrillo nos lugares de Mbappé, Sidibé e Kongolo.

Aos 80', Lemar bateu escanteio e Carrillo exigiu grande defesa de Areola. No rebote, Saint-Maximim teve a finalização bloqueada por Thiago Silva, evitando o que seria o gol de empate. Cinco minutos depois, o ponta francês mandou para a área novamente e Falcao Garcia ganhou de Marquinhos no alto, levando muito perigo à meta adversária. No fim, a pressão não foi suficiente para evitar mais um título do PSG.

França