N'Jie marca duas vezes e Olympique de Marseille vence Dijon no Vélodrome

Jogador camaronês balançou as redes no segundo tempo e ajudou o Marseille a assumir a segunda colocação na Ligue 1

N'Jie marca duas vezes e Olympique de Marseille vence Dijon no Vélodrome
Foto: Divulgação/Marseille
Olympique de Marseille
3 0
Dijon
Olympique de Marseille: Mandanda; Sakai, Rami, Rolando, Evra; Luiz Gustavo (Sertic Min. 87), Lopez, Sanson (Zambo Anguissa Min. 60); Thauvin, Payet (N’Jie Min. 46), Germain. Técnico: Rudi Garcia
Dijon: Reynet; Rosier, Yamberé, Lautoa (Varrault Min. 10), Haddadi; Marié, Amalfitano; Chang-Hoon Kwon, Sliti (Sammaritano Min. 59), Said (Balmont Min. 66); Jeannot. Técnico: Olivier Dall’Oglio
Placar: 1 – 0 Min. 51 N’Jie, 2 – 0 Min. 54 Thauvin, 3 – 0 Min. 72 N’Jie.
ÁRBITRO: Benoit Bastien (FRA) Cartão Amarelo: Luiz Gustavo (Min. 36).
INCIDENCIAS: Partida Válida Pela 1ª Rodada da Ligue 1 2017/18 Estádio: Velodrome/Marselha (França) Público: 50.904

O Olympique de Marseille jogou contra o Dijon no Stade Velodrome no encerramento da 1ª rodada da Ligue 1 2017/18, neste domingo (6). Numa partida aberta, a equipe da casa venceu pelo placar de 3 a 0, com gols de N’Jie, duas vezes, e Thauvin.

Com o resultado positivo, o Olympique termina a primeira rodada na segunda colocação, atrás apenas do Lyon, nos critérios de desempate. O Dijon fica em 19º.

A próxima partida do Olympique de Marseille será contra o Nantes, fora de casa, no próximo sábado (12). Enquanto que o Dijon recebe o Monaco no Stade Gaston-Gérard, um dia depois.

Primeira etapa equilibrada e sem gols

Nos primeiros minutos de partida, os visitantes deram trabalho ao time da casa e com três minutos de bola rolando fizeram o goleiro Steve Mandanda defender o arremate de Amalfitano. Em seguida, aos seis, Jeannot fez o experiente goleiro trabalhar novamente.

O time da casa tentou impor seu jogo e, aos 11 minutos, Thauvin arriscou de fora da área, mas os defensores conseguiram fazer a intervenção. Depois, foi a vez de Lopes cruzar, mas ninguém desviou.

A equipe vermelha levou perigo nas decidas de contra-ataque. Porém, a resposta do OM veio com Sanson: o volante arrematou ao gol e obrigou o goleiro Reynet a espalmar e evitar que seria o primeiro gol do jogo. No final da primeira etapa, o arqueiro apareceu mais uma vez ao defender a cobrança de falta batida por Thauvin.

N’Jie deixa sua marca duas vezes

Os mandantes voltaram com uma postura diferente; O brasileiro Luiz Gustavo, que fazia sua estreia, viu o goleiro adiantado e tentou de longa distância; a bola passou por cima da trave.

Aos seis minutos, os mandantes conseguiram abrir o marcador no cruzamento feito por Germain, pelo lado direito. N’Jie se antecipou ao marcador e escorou de peixinho, deixando sua equipe em vantagem.

Não demorou muito para o segundo gol sair. Com outra participação de Germain, o atacante desta vez serviu para Thauvin, que em seguida invadiu a área e arriscou no canto do goleiro Reynet, aumentado para sua equipe no início da segunda etapa.

Em desvantagem no placar, os visitantes quase descontaram aos 15 minutos no arremate de Jeannot, que mandou a bola no travessão, assustando Mandanda, que ainda foi na bola.

Aos 27 minutos, os marselheses fizeram o terceiro na boa jogada de N’Jie. O atacante recebeu de Lopez e se livrou dos adversários, em seguida arriscou ao gol e a bola desviou na defesa, matando qualquer chance de defesa a Reynet.

Thauvin teve outra chance de marcar mais um. Aos 31 minutos, ele recebeu assistência de Lopez, o jogador arrematou e mandou na trave. Os mandantes tiveram outra boa chance com a bola parando no poste. Desta vez foi Germain que finalizou com perigo e perdeu a oportunidade de deixar sua marcar na partida.