A estreia dos sonhos: com gol e assistência de Neymar, PSG vence Guingamp pela Ligue 1

No jogo em que marcou quebra de recorde de público no estádio do Guingamp, a estrela de Neymar brilhou e o Paris Saint-Germain conquistou a segunda vitória seguida no Campeonato Francês

A estreia dos sonhos: com gol e assistência de Neymar, PSG vence Guingamp pela Ligue 1
Foto: Divulgação/PSG
Guingamp
0 3
Paris Saint-Germain
Guingamp : JOHNSSON; IKOKO, KERBRAT, SORBON, REBOCHO; CAMARA (Phiri, MIN. 70), DIDOT (Thuram, Min. 78), DEAUX, COCO; SALIBUR E BRIAND. TÉCNICO: A. KOMBOUARE.
Paris Saint-Germain : AREOLA; DANIEL ALVES, MARQUINHOS, THIAGO SILVA E KURZAWA; THIAGO MOTTA, VERRATTI (Pastore, Min. 79) E RABIOT (Matuidi, Min. 86); DI MARIA, NEYMAR E CAVANI. TÉCNICO: UNAI EMERY.
Placar: 0-1, IKOKO (CONTRA), MIN. 52 ||| 0-2, CAVANI, MIN. 62 ||| 0-3, NEYMAR JR, MIN. 82.
ÁRBITRO: ÁRBITRO: ANTONY GAUTIER. ASSISTENTES: MICKAEL ANNONIER E PHILIPPE JEANNE. CARTÕES AMARELOS: IKOKO (MIN.10) E DEAUX (MIN. 76); THIAGO MOTTA (MIN. 31) E VERRATTI (MIN. 67).
INCIDENCIAS: JOGO VÁLIDO PELA SEGUNDA RODADA DO DA LIGUE 1 (CAMPEONATO FRANCÊS), SENDO DISPUTADO NO ESTÁDIO ROUDOUROU, EM GUINGAMP, FRANÇA.

O Paris Saint-Germain conquistou o segundo triunfo seguido no Campeonato Francês. Com gols de Cavani, Neymar e Ikoko, contra, o time parisiense venceu o Guingamp por 3 a 0, neste domingo (13), no Stade du Roudourou, no jogo em que marcou a estreia do camisa 10 no clube parisiense.

A estreia do astro brasileiro, contratação mais cara do futebol mundial, aconteceu na modesta cidade localizada Bretanha francesa. Guingamp tem aproximadamente 7 mil habitantes, mas neste domingo, o estádio recebeu 18. 378 torcedores, recorde na história do clube rubro-negro.

Com a vitória, o PSG chegou aos seis pontos e ocupa a segunda colocação. O clube de Paris volta a campo no próximo domingo (20), às 16h (de Brasília), diante do Toulouse, no Parque dos Príncipes, na estreia oficial de Neymar diante dos torcedores parisienses.

Já o Guingamp tem o seu próximo compromisso marcado para o sábado (19), às 15h (de Brasília), diante do Nice, na Allianz Riviera. Com três pontos somados, o Rubro-Negro é 12º colocado.

Guingamp segura empate; Neymar mostra entrosamento no primeiro tempo

O técnico Unai Emery não abriu mão do esquema tático utilizado pelo PSG na primeira rodada, diante do Amiens. Durante a semana chegou a se cogitar que o treinador espanhol não escalaria três volantes. Entretanto, Emery manteve o trio formado por Thiago Motta, Verratti e Rabiot. Para que o craque do time começasse jogando, Javier Pastore perdeu a vaga no time titular.

Como esperado, a iniciativa do jogo foi do time de Paris. Com posse de bola beirando os 70% nos dez primeiros minutos da partida, o PSG dominou o meio-campo, mas não conseguiu ameaçar a time rubro-negro. Sem receber uma marcação individual, Neymar finalizou pela primeira vez pelo PSG aos 19 minutos. O camisa 10 recebeu na intermediária, carregou a bola pelo meio e finalizou de fora da área, por cima do gol.                       

Foto: Divulgação/PSG

A partir dos 30 minutos, o jogo cresceu em emoção. Em jogada brasileira, por pouco o Paris Saint-Germain não conseguiu inaugurar o placar. No minuto 34, Neymar fez o cruzamento para Marquinhos, que acertou a trave rubro-negra.

Três minutos depois, o camisa 10 recebeu dentro da área, mas a marcação apareceu para cortar o lance. O jogador brasileiro pediu o pênalti, por ter sentido uma mão em seu peito, porém o árbitro não julgou o toque suficiente para derrubar o atleta e mandou o jogo seguir.

Depois da pressão do time de Paris, o Guingamp acelerou o seu jogo, passou o ocupar o campo ofensivo tentando surpreender. Não adiantou. O PSG conseguiu suportar as investidas do time bretão e o jogo foi para o intervalo com o placar fechado: 0 a 0

Após susto, estrela de Neymar brilha e PSG deslancha 

Diferente da etapa inicial, foi do time da casa a primeira finalização com perigo no segundo tempo. Mas não aconteceu em uma jogada trabalhada. Verratti perdeu a bola para Briant, o lance seguiu com Didot, que acertou um belo chute de fora da área, a bola tirou tinta da trave, mas não entrou.                        

Aos sete minutos, em um lance bizarro, o time parisiense abriu o placar. Neymar tabelava com Cavani, mas Rebocho conseguiu fazer o corte. A jogada parecia dominada pelo Rubro-Negro, no entanto, Ikoko complicou a vida do Guingamp. O lateral-direito fez o recuo para o goleiro Johnsson, que não podia segurar com a mão. A bola pegou o contrapé do arqueiro e entrou.

Mesmo com o gol, o PSG seguiu pressionando. Aos 17 minutos, Neymar enfiou uma bonita bola para Cavani, no meio da zaga. O centroavante tocou na saída do goleiro, ampliando o placar no noroeste francês. Depois da bela assistência de Neymar, foi a vez de Cavani retribuir o presente. O uruguaio ganhou na insistência, fez o cruzamento rasteiro para o craque brasileiro que estufou a rede em sua estreia: 3 a 0 PSG


Share on Facebook