Cavani e Mbappé comandam goleada do PSG diante do Angers na ausência de Neymar

Brasileiro não atuou por conta de um problema muscular, mas seus companheiros de ataque marcaram dois gols cada

Cavani e Mbappé comandam goleada do PSG diante do Angers na ausência de Neymar
Foto: Franck Fife/AFP
Angers
0 5
Paris Saint-Germain

O Paris Saint-Germain não contou com Neymar, mas não teve dificuldades para manter sua boa vantagem na liderança, a invencibilidade e fazer mais uma vítima na Ligue 1. Neste sábado (4), o clube da capital foi até o Stade Raymond Kopa e goleou o Angers por 5 a 0. Os destaques foram Edinson Cavani e Kylian Mbappé, que anotaram dois gols cada. Draxler completou o placar.

Após 12 jogos, o PSG lidera o Campeonato Francês com 32 pontos. São dez vitórias e dois empates. Neste duelo, Neymar esteve ausente por conta de um desconforto muscular na coxa esquerda. Além do atacante, o zagueiro Marquinhos, o meia-atacante Di Maria e o volante Thiago Motta não foram relacionados. O próximo compromisso do Paris será diante do Nantes, de Claudio Ranieri, no sábado (18), após a Data Fifa.

A derrota coloca o Angers em uma situação delicada. A equipe rubro-negra estaciona nos 13 pontos e poderá perder algumas posições dependendo dos resultados deste fim de semana. O clube manteve seu baixo rendimento em casa, sendo o segundo pior mandante até aqui nesta edição da Ligue 1. As duas rodadas seguintes serão fora de casa, diante do Guingamp e Troyes.

Diante das baixas no elenco que viajou, Unai Emery colocou Rabiot mais uma vez como primeiro volante, tendo Verrati e Draxler completando o meio-campo. Pastore ganhou uma oportunidade jogando na ponta esquerda, enquanto que Mbappé seguiu na esquerda e Cavani em sua tradicional posição.

O Angers foi a campo no 5-3-2, mas o esquema defensivo pouco adiantou diante do poderoso PSG. Logo aos quatro minutos, Daniel Alves recebeu na direita e cruzou da intermediária, Thomas vacilou feio e cochilou na jogada, Mbappé apareceu por trás do zagueiro e chutou na saída do goleiro. A resposta do time mandante veio pouco depois: Ekambi cruzou aberto da esquerda e Manceau chutou por cima da meta.

Eficientes, os visitantes ampliaram a vantagem aos 14 minutos: Daniel Alves teve espaço pelo meio e deu excelente passe em profundidade para Draxler. O alemão apareceu na cara do gol e mandou de cavadinha para dentro. Administrando o resultado, o PSG armou uma armadilha para o Angers, que caiu. Os alvinegros foram ao ataque e deixaram espaço atrás, Rabiot roubou a bola e lançou Mbappé pela direita. O jovem foi à linha de fundo e deu um belo toque de calcanhar para Cavani, que chutou forte e marcou o terceiro.

Foto Xavier Laine/Getty Images

Na volta do intervalo, Manceau tocou para Fulgini, que arriscou de fora da área e mandou tirando tinta da trave esquerda de Areola. O Angers estava melhor no início do segundo tempo, mas nada que não fosse contornado pelo Paris, que logo anotou o quarto tento. Aproveitando a defesa desarrumada, Draxler achou Cavani livre na ponta direita, o atacante invadiu a área e mandou de bico, sem chances para Michel.

Com o resultado construído, Unai Emery colocou Meunier e Lo Celso nas vagas de Dani Alves e Draxler. Posteriormente, Lucas entrou na vaga de Cavani. O brasileiro iniciou a jogada do último tento, ele puxou o contra-ataque e deixou Mbappé em ótima posição. O camisa 29 driblou o goleiro e completou.