Lyon atropela Saint-Étienne, Fekir 'imita' Messi e inflama torcida rival

Clássico francês teve paralisação de 40 minutos após invasão de campo; torcedores do Saint-Étienne se revoltaram com provocação do capitão adversário

Lyon atropela Saint-Étienne, Fekir 'imita' Messi e inflama torcida rival
Foto: Philippe Desmazes/AFP/Getty Images

O clássico deste domingo (5) ficaria guardado para sempre pela goleada que o Lyon aplicou em seu maior rival no Stade Geoffroy-Guichard. Porém, uma confusão iniciada pela torcida do Saint-Étienne manchou o jogo válido pela 12ª rodada da Ligue 1. O fato lamentável aconteceu após o quinto gol do jogo, anotado por Nabil Fekir, já na reta final da partida.

Capitão do Lyon, Fekir balançou as redes aos 39 do segundo tempo, retirou a camisa e mostrou para a furiosa torcida do Saint-Étienne. Imediatamente, torcedores do clube mandante forçaram as grades e invadiram o gramado. Buscando proteção, os atletas de ambas as equipes foram para os vestiários. Após 40 minutos de paralisação, o árbitro retomou a partida e o placar de 5 a 0 persistiu.

Antes da confusão, o Lyon construiu um resultado sensacional. Memphis Depay, Fekir, Mariano Díaz e NDombèlé anotaram os tentos da goleada. O segundo gol de Fekir serviu para coroar a atuação dos visitantes, sacramentando uma derrota vexatória e histórica diante do seu maior rival.

A fase do Lyon é excelente. São seis vitórias seguidas, contando Ligue 1 e Uefa Europa League. A última derrota foi em 17 de setembro, diante do PSG. A equipe de Bruno Génésio é a terceira colocada com 25 pontos. O Sainté segue em sexto com 18 pontos, se distanciando da briga pelo G-4.

Protagonista da polêmica, Fekir falou rapidamente ao Canal + sobre tudo que aconteceu após seu gol e a provocação: "Foi um gesto que eles não gostaram. Eu comemorei meu gol assim, não havia motivo para esconder, nem foi por maldade. Talvez não tenha sido o melhor momento para fazer, estava 5 a 0, mas ainda é futebol. Coloquei um pouco de tempero. Pedir desculpas? Não, não me arrependo do gesto que fiz."

A LFP ainda não se pronunciou sobre o caso. Entretanto, é esperado algum posicionamento disciplinar para a confusão envolvendo a torcida do Saint-Étienne. Fekir recebeu cartão amarelo por tirar a camisa e não voltou para o campo. Ferri jogou os minutos restantes após a paralisação.