Thiago Mendes marca, Lille vence Saint-Étienne e deixa zona de rebaixamento

Equipe de Marcelo Bielsa vence segunda seguida no campeonato e aumenta a crise no Saint-Étienne

Thiago Mendes marca, Lille vence Saint-Étienne e deixa zona de rebaixamento
Foto: Divulgação/Lille
Lille
3 1
Saint-Étienne

Depois de um início tenebroso, o Lille esboça uma reação na atual edição da Ligue 1. Nesta sexta-feira (17), abrindo a 13ª rodada, a equipe de Marcelo Bielsa venceu o Saint-Étienne por 3 a 1. O resultado negativo complica a situação dos Verts no campeonato, que fica mais distante da zona de classificação para competições europeias.

Esta é a segunda vitória seguida do LOSC, que sobe para a 16ª colocação na Ligue 1, somando 12 pontos. O clube acumulou sete partidas sem vencer entre agosto e outubro. A briga na parte de baixo segue, mas os seis pontos conquistados nos últimos jogos trazem um alívio na tabela. O próximo jogo será diante do Amiens, fora de casa, na segunda-feira (20).

O Saint-Étienne vive um momento conturbado. O técnico Óscar García deixou o comando técnico da equipe após cinco meses. Nos últimos cinco jogos, são três derrotas e dois empates, com uma eliminação na Copa da Liga e o sonoro 5 a 0 para o Lyon, dentro de seus domínios, no maior clássico do país. O interino Julien Sablé esteve dirigindo o time.

O maior campeão da primeira divisão está em sexto com 18 pontos, seis pontos atrás do quarto colocado Marseille. Tal desvantagem poderá aumentar. Na sexta-feira (24), a equipe recebe o Strasbourg.

A equipe mandante abriu o placar aos 19 minutos. El Ghazi recebeu pela esquerda e teve todo tempo do mundo para ajeitar e cruzar para o meio da área. Nicolas Pépé projetou-se entre os zagueiros e cabeceou livre, sem chances para Ruffier. No final do primeiro tempo, o Saint-Étienne cresceu e pressionou. Thiago Maia derrubou Dabo dentro da área e o árbitro apontou a cal. Bamba cobrou no canto esquerdo alto do goleiro e empatou o jogo.

O Lille sacramentou a vitória no segundo tempo. Aos 70’, Luiz Araújo cruzou, a defesa afastou mal a bola para a intermediária. Thiago Mendes dominou e bateu de perna direita, com muito efeito, no canto de Ruffier. Ainda deu tempo do terceiro. Aos 89’, El Ghazi avançou em profundidade pela direita, cruzando rasteiro, Ponce chutou de primeira e venceu o goleiro, que nada fez. Bielsa comemorou de forma efusiva o terceiro tento do seu time.