Em momentos opostos, Monaco recebe líder PSG visando diminuir vantagem do rival

Tratado como "final antecipada", duelo colocará a frente a frente times sensações das últimas temporadas na França

Em momentos opostos, Monaco recebe líder PSG visando diminuir vantagem do rival
Monaco
Paris Saint-Germain
Monaco : Subasic; Raggi, Glik, Jemerson, Jorge; Rony Lopes, Tielemans, Fabinho, Keita; Carrillo, Falcao.
Paris Saint-Germain : Areola; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Kurzawa; Verratti, Rabiot; Mbappè, Draxler, Neymar; Cavani.
ÁRBITRO: François LETEXIER, auxiliado por Cyril MUGNIER e Mehdi RAHMOUNI.
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 14ª rodada da Ligue 1, a ser disputado neste domingo (26), às 18h (de Brasília), no Estádio Louis II, em Mônaco.

O encerramento da rodada 14ª rodada do Campeonato Francês reserva um grande encontro entre os dois primeiros colocados. Neste domingo (25), o atual campeão Monaco recebe o líder Paris Saint-Germain, no Estádio Louis II, às 18h (de Brasília), no jogo mais aguardado da Ligue 1

Segundo colocado, com 29 pontos (nove vitórias, dois empates e duas derrotas), o Monaco terá a oportunidade de reduzir a vantagem de seis pontos do líder. No entanto, a equipe comandada por Leonardo Jardim terá que superar os seus próprios desafios. Na última terça-feira (21), em partida válida pela Uefa Champions League, o alvirrubro acabou goleado por 4 a 1, em casa, para o RB Leipzig, da Alemanha. A boa notícia para os monegascos é o retorno do lateral Djibril Sidibé para o confronto contra o PSG.

Diferente do rival, o Paris Saint-Germain vive ótima fase. Além da liderança isolada na Ligue 1, com 35 pontos, tem vaga assegurada nas oitavas de final da 'Champions'. O técnico Unai Emery terá a disposição todos os jogadores que atuaram na goleada por 7 a 1 diante do Celtic, na última quarta (22). Caso vença neste domingo, colocará nove pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

Após eliminação na UCL, Monaco tenta recomeçar 

O catastrófico resultado que eliminou os monegascos da maior competição europeia de clubes uma rodada antes do fim da fase classificatória, ainda repercute. Com apenas dois pontos conquistados na UCL, o Monaco sequer tem condições de alcançar a terceira colocação e ficar, ao menos, com a vaga na Europa League. Com isso, o Campeonato Francês ganhou ainda mais importância para o time do principado. Um triunfo diante do invicto PSG representará a retomada da confiança.

Para o clássico deste domingo, o técnico Leonardo Jardim terá o retorno de Djibril Sidibé. Entretanto, o atacante Thomas Lemar, com o ombro lesionado, continua sendo desfalque. Em entrevista coletiva, Jardim reconheceu a superioridade do rival, e destacou qual deve ser a postura de sua  equipe frente aos líderes da competição.

“O campeonato é mais competitivo nesta temporada. Paris está acima dos outros, depois vem quatro, cinco equipes. O objetivo é jogar a Liga dos Campeões no próximo ano. Vamos tentar manter o equilíbrio e jogar com uma boa atitude. Teremos que ficar compactos. Então cabe a nós jogar o nosso futebol quando pegarmos a bola. É um jogo quente que todos querem jogar e vencer”, disse.

(Foto: Stéphane Senaux/AS Monaco)
(Foto: Stéphane Senaux/AS Monaco)

O Monaco perdeu apenas um de seus 15 últimos jogos contra o Paris na Ligue 1 (cinco vitórias e nove empates). O revés aconteceu em agosto de 2015, pelo placar de 3 a 0. 

Jogadores relacionados

Subasic, Benaglio - Glik, Jemerson, Jorge, Kongolo, Raggi, Sidibé, Touré - Fabinho, Moutinho, N'Doram, Rony Lopes, Tielemans - Balde, Carrillo, Diakhaby, Falcao, Ghezzal.

Buscando ampliar liderança, PSG terá força máxima 

Se o atual campeão Monaco passa por um momento conturbado, o mesmo não se pode dizer da equipe comandada por Unai Emery. O PSG vem correspondendo às expectativas criadas sobre ele, evidenciando a diferença técnica que existe para os demais rivais franceses. No entanto, o clássico diante do alvirrubro tem muita importância para os líderes do campeonato. Foi o time do Principado quem pôs fim à hegemonia de quatro anos do PSG no cenário nacional. 

Para este duelo, Unai Emery não contará com Thiago Motta, que lesionado, segue fora do elenco. Já o brasileiro Lucas, Ben Arfa e Nkunku não foram relacionados para a partida por opção técnica. 

(Foto: Divulgação/PSG)
(Foto: Divulgação/PSG)

O técnico Unai Emery comparou o clássico deste domingo a um jogo de Uefa Champions League, e pregou concentração para sua equipe.

"Para nós, é um grande jogo, comparável a uma partida da Liga dos Campeões. O Monaco é uma equipe de alta qualidade. Este campeonato é composto por boas equipes, por isso devemos jogar cada partida com a mesma motivação. Na Ligue 1, se você não jogar com a maior concentração, pode perder ou empatar. No início da temporada, tivemos dificuldades fora. Devemos aprender com isso", declarou. 

O treinador ainda falou sobre Kylian Mbappé, que reencontrará o time por qual se destacou na temporada passada, anotando 26 gols. "É algo bom para Kylian voltar a Mônaco. Ele está muito feliz com o que conseguiu lá. Será um jogo especial para ele, mas defenderá 100% as cores do Paris Saint-Germain. Ele quer crescer e continuar sua evolução aqui. Ele ainda precisa aprender a se adaptar às defesas que jogam contra nós, porque o sistema em que ele jogava no Mônaco era diferente do nosso", comentou.