Análise Grupo C: candidata ao título, França terá pela frente sobreviventes da repescagem

Dinamarca, Austrália e Peru tiveram que disputar a repescagem para garantir vaga na Copa do Mundo da Rússia; seleções europeias largam como favoritas neste grupo

Análise Grupo C: candidata ao título, França terá pela frente sobreviventes da repescagem
Foto: Divulgação/Fifa

A França terá a chance de conquistar mais uma vez o mundo após 20 anos do seu primeiro título. O sorteio da última sexta-feira (1º) reservou o Grupo C para os Bleus, que despontam como favoritos não apenas de sua chave, mas também possuem a expectativa de grande campanha na Rússia.

Neste grupo, além dos franceses, estão outras três seleções que necessitaram das repescagens para alcançarem a classificação para a Copa do Mundo. O Peru bateu a Nova Zelândia e a Austrália eliminou Honduras. A outra seleção europeia, Dinamarca, despachou a Irlanda na disputa continental.

Tais seleções nunca conseguiram resultados expressivos em Copas, suas tradições em mundiais – cada uma com sua devida importância – se deu por determinada geração, contribuindo para campanhas de coadjuvantes. O melhor desempenho do Peru se deu em 1970, quando chegaram as quartas de final. Em 1978, participaram da segunda fase, tendo o pior desempenho do Grupo B, encerrando sua participação em 8º.

A Seleção Australiana fez sua melhor campanha em 2006, quando foi eliminada pela campeã Itália nas oitavas de final. A equipe contava com grandes nomes do futebol australiano como Schwarzer, Tim Cahill (que atuará nesta edição), Viduka e Harry Kewell. A Dinamarca teve seu maior brilho na Copa de 1998. A geração campeã da Euro 1992 e da Copa das Confederações em 1995 parou no Brasil de Zagallo. Schmeichel e os irmãos Laudrup ficaram nas quartas de final.

Os classificados do Grupo C enfrentarão nas oitavas as seleções do Grupo D, que conta com as favoritas Argentina e Croácia, além de Islândia e Nigéria.

Entretanto, o fator histórico não pode ser evidenciado neste momento. A França encontrará seleções que possuem pontos fortes e que podem dificultar a vida dos Bleus na fase inicial. A Dinamarca conta com Eriksen, William Kvist, Kjaer, Kasper Schmeichel, Schone e Lord Bendtner. O Peru de Ricardo Gareca é um time forte fisicamente, possui a referência de Paolo Guerrero, que deverá disputar o mundial após a resolução do caso de doping, além de outros expoentes individuais. A Austrália é, em teoria, a mais fraca do grupo, inclusive o primeiro adversário francês. Certamente os socceroos tentarão explorar o nervosismo francês da estreia para tentar “uma bola e se fechar”.

Foto: NurPhoto/Getty Images

O grande problema da Seleção Francesa é ela mesma. O elenco conta com vários ótimos jogadores em diversas posições e que fazem várias funções. Apontado pela imprensa francesa como o “problema”, Didier Deschamps terá que extrair o melhor de seu time, potencializando o individual através do coletivo, algo que não existe atualmente. O último exemplo disto se deu na Euro, quando mesmo com um time infinitamente superior ao português, que não contou com Cristiano Ronaldo em quase 80% da final, acabou ficando com o vice em casa.

Se o time é tão bom, por que não consegue jogar bem regularmente? Tal pergunta deverá ser respondida na Copa do Mundo. Atualmente a França se resume a 11 jogadores em campo tentando jogar sem organização e apostando nas qualidades individuais de Pogba, Griezmann, Kanté, Giroud, Mbappé, Lemar, Coman e outros. Nos últimos meses, foi comum ver jogos dos Bleus onde jogavam mal e conseguiam uma bola ao acaso para garantir a vitória.

O empate com Luxemburgo é o reflexo deste cenário: uma seleção superior, mas que consegue equivaler seu nível com o adversário mais fraco apenas por deficiência tática e de comando. Em uma Copa do Mundo isso será fatal e os três adversários da fase de grupos estão cientes disto.

Confira a tabela do Grupo C

Primeira rodada

16/06 – 07h – França x Austrália – Arena Kazan (Kazan)
16/06 – 13h – Peru x Dinamarca – Arena Mordovia (Saransk)

Segunda rodada

21/06 – 09h – França x Peru – Estádio Central (Ecaterimburgo)
21/06 – 12h – Dinamarca x Austrália – Arena de Samara (Samara)

Terceira rodada

26/06 – 11h – Dinamarca x França – Estádio Luzhniki (Mocou)
26/06 – 11h – Austrália x Peru – Estádio Olímpico de Fisht (Sochi)

Favoritos do Grupo C: França e Dinamarca

Pode surpreender: Peru

Saco de pancadas: Austrália