Strasbourg surpreende e derruba invencibilidade do PSG na Ligue 1

Em dia pouco inspirado de seus principais jogadores, time parisiense peca defensivamente e sofre primeiro revés na temporada

Strasbourg surpreende e derruba invencibilidade do PSG na Ligue 1
Foto: C.Gavelle/PSG

 A invencibilidade de 25 jogos do Paris Saint-Germain chegou ao fim neste sábado (2). Em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Francês, os poderosos da capital foram superados pelo modesto Strasbourg, por 2 a 1, no estádio De La Meinau, em Estrasburgo. Os atacantes Nuno da Costa e Stéphane Bahoken anotaram os gols da equipe da casa, enquanto Mbappé descontou para o líder da Ligue 1. 

Com a vitória, o Strasbourg deixou a zona de rebaixamento, e agora ocupa a 14ª colocação, com 18 pontos. Como Lille e Toulouse se enfrentam nesse domingo (3), o time do leste francês não corre o risco de voltar a figurar entre os piores. Na próxima rodada, o Strasbourg enfrentará o Bordeaux, na sexta-feira (8), no Estádio de Bordeaux.

Líder isolado da Ligue 1, com 41 pontos, o PSG pode ver, no mínimo, sua vantagem sobre o Olympique de Marseille cair para sete pontos. Para isso, os “Les Phocéens” precisam derrotar o Montpellier nesse domingo. A equipe de Unay Emery terá o Bayern de Munique como próximo adversário, na terça-feira (5,) em partida válida pela última rodada da fase de grupos da Uefa Champions League. Pela Ligue 1, o clube de Paris encara o Lille, no sábado (9).

O último revés do PSG havia acontecido no dia 30 de abril, na derrota para o Nice, por 3 a 1, pela Ligue 1 da temporada 2016/2017. Desde então, eram 25 jogos oficiais, com 22 vitórias e três empates. 

PSG sai atrás, mas busca empate no fim da primeira etapa 

Como de costume, o Paris Saint Germain tomou a iniciativa da partida, explorando a velocidade de Mbappé e Neymar; Cavani iniciou a partida no banco de reservas. No entanto, a primeira chance do PSG surgiu com Daniel Alves, em cobrança de falta. Precavidos, os donos da casa não se arriscavam ao ataque. Entretanto, depois de uma bela jogada invidual, Aholou foi parado com falta por Rabiot. Na cobrança, enquanto a zaga parisiense tentava fazer a linha de impedimento, Nuno da Costa subiu sozinho para cabecear e inaugurar o marcador. 

Em vantagem, os anfitriões fecharam ainda mais suas linhas, deixando o Paris Saint-Germain com a bola. O time comandado por Unai Emery, por sua vez, mostrou-se afobado na busca pelo empate. Após uma rara falha de posicionamento do sistema defensivo do Strasbourg, o alemão Draxler teve uma boa oportunidade para igualar o placar, mas o chute em diagional saiu para fora.

A pressão do time parisiense aumentou nos minutos finais da primeira etapa. O meia-atacante Di María teve três oportunidades em sequência para empatar o jogo. Na primeira, em cobrança de falta, o argentino bateu por fora da barreira, buscando o ângulo do goleiro Kamara, que desviou a bola para fora. Di María ainda desperdiçou após ter recebido belo lançamento de Neymar e passe de Draxler. Depois de tanta pressão, os visitantes finalmente chegaram ao empate. Aos 41’, Neymar lançou Rabiot pela esquerda, que cruzou rasteiro para a área e viu Mbappé se antecipar à marcação e decretar a igualdade no placar. 

Strasbourg marca o segundo e administra resultado histórico 

O Paris Saint-Germain voltou do intervalo disposto a buscar a virada. Logo no primeiro lance, Pastore recebeu lançamento de Neymar nas costas da defesa e bateu forte, mas a bola acertou a rede pelo lado de fora. Com maior volume de jogo, o time vermelho e azul seguiu finalizando mais, enquanto os donos da casa apenas aguardavam um espaço para contra-atacar.

Aos 19 minutos, depois de um chutão do goleiro Kamara, ajeitou com a cabeça para Stéphane Bahoken. O atacante arrancou em velocidade, nas costas da defesa parisiense e chutou forte, colocando os anfitriões novamente em vantagem. Na sequência, o arqueiro sentiu dores no pescoço e acabou substituído por Oukidja. 

Unai Emery mexeu em sua equipe, colocando Cavani, Verrati e Lo Celso em campo, nos lugares de Di María, Draxler e Pastore, respectivamente. O time ganhou em ofensividade, mas esbarrava no bom sistema defensivo adversário. Sem conseguir chegar a área pelo chão, o PSG investiu em cruzamentos pelo alto.

Desta maneira, a melhor chance dos visitantes foi com Kimpembe, aparecendo na segunda trave para desviar a bola levantada por Daniel Alves. O chute do zagueiro, porém, saiu por cima. Ainda na base do abafa, já nos acréscimos, Cavani tentou o cabeceou na pequena área, mas Oukidja defendeu de forma espetacular, selando a vitória do Strasbourg.