Neymar dá show, Cavani faz história, e PSG arrebenta Dijon

Em noite inspirada, brasileiro marca quatro vezes e dá duas assistências; uruguaio iguala Ibrahimovic como maior artilheiro da história do clube

Neymar dá show, Cavani faz história, e PSG arrebenta Dijon
Neymar e Cavani pintaram e bordaram na defesa do Dijon (Foto: Christophe Simon/AFP)
Paris Saint-Germain
8 0
Dijon

O Dijon vai deixar Paris com oito gols na bagagem. Com show do trio de ataque, o Paris Saint-Germain não teve piedade dos visitantes e os goleou por 8 a 0, nesta quarta-feira (17), no Parc des Princes, pela 21ª rodada da Ligue 1. Neymar foi a estrela da noite: marcou quatro vezes (pela quinta vez na carreira) e deu duas assistências. Edinson Cavani anotou um e se tornou o maior artilheiro da história do clube ao lado do sueco Zlatan Ibrahimovic, ambos têm 156 tentos. Ángel Di María foi às redes duas vezes e deu o passe para o gol de Cavani.

Com o resultado, o PSG chega a 56 pontos e continua disparado na liderança do campeonato, a 11 pontos de distância do Lyon, segundo colocado. O Dijon, por sua vez, figura na 11ª posição, com 25 pontos.

O próximo jogo do time da capital francesa é contra o Lyon, no domingo (21), às 18h (de Brasília), no Parc Olympique Lyonnais. Já o Dijon visitará o Strasbourg, no Stade de la Meinau, um dia antes, às 17h (de Brasília).

Quatro gols em cada tempo

Di María marcou os dois primeiros gols do PSG (Foto: Christophe Simon/AFP)
Di María anotou os dois primeiros gols do PSG (Foto: Christophe Simon/AFP)

O placar elástico começou a ser construído logo no início da partida. Aos quatro minutos, o Dijon saiu jogando errado, Verratti deu um toque de letra, e Di María arrematou com muito efeito, colocando a bola no ângulo do goleiro.

O Dijon vacilou novamente ao executar a saída de bola, e o PSG não perdoou. Lo Celso roubou a bola, Cavani acionou Neymar, que tocou de cavadinha. Di María correu pela direita e completou para o fundo das redes.

O terceiro veio aos 21 minutos. Di María avançou pela ponta direita, cruzou para a área, e Cavani testou de cabeça no canto esquerdo do goleiro. Com o gol, o uruguaio se tornou o maior artilheiro da história do clube ao lado de Ibrahimovic, ambos com 156 gols.

Em linda cobrança de falta, Neymar transformou a vitória do PSG em goleada. Após o intervalo, o brasileiro marcou mais um. O zagueiro Yamberé tentou cortar a bola, mas a ajeitou para o atacante arrematar de canhota.

Pela primeira vez na carreira Neymar marcou quatro gols em um único jogo (Foto: Christophe Simon/AFP)
Pela primeira vez na carreira Neymar marcou quatro gols em um único jogo (Foto: Christophe Simon/AFP)

Não bastasse os dois gols, Neymar fez uma pintura no jogo. Saiu driblando todos os marcadores, abriu espaço na intermediária e bateu no contrapé do goleiro. Mais tarde, o camisa 10 deu o passe para o tento de Mbappé, que entrou no segundo tempo na vaga de Di María.

Mesmo com sete gols de vantagem, o PSG não diminuiu o ritmo. Yamberé, o mesmo que deu a "assistência" para o segundo gol de Neymar, deslocou Cavani dentro da área. Pênalti. Neymar pegou a bola e meteu no canto direito do goleiro, que não pulou para nenhum lado.