Destaque no título brasileiro do Corinthians, Pablo renova com Bordeaux até 2021

Especulado em alguns clubes brasileiros, zagueiro anuncia renovação com Girondins, que tenta se recuperar na Ligue 1

Destaque no título brasileiro do Corinthians, Pablo renova com Bordeaux até 2021
Foto: Fred Tanneau/AFP

Peça chave no título brasileiro do Corinthians em 2017 e especulado em muitas equipes do país para essa temporada, o zagueiro Pablo, de 26 anos, assinou, nessa segunda-feira (22), um novo contrato com o Bordeaux, clube que detém seu passe, renovando até 2021. A notícia foi divulgada de forma oficial pela conta de Twitter dos Girondins.

Pablo, inclusive, já voltou a participar de uma partida pela Ligue 1. No último sábado (20), o zagueiro esteve em campo e foi titular, jogando os 90 minutos, na vitória do Bordeaux sobre o Nantes por 1 a 0, com gol marcado por Nicolas De Prévile. Após a contratação do novo treinador Gustavo Poyet, a tendência é a de que o defensor volte a ganhar chances pela equipe – já que havia saído em baixa no ano passado, antes de assinar com o Corinthians.

Procurado por muitas equipes brasileiras para 2018, principalmente o Flamengo, a tendência é que Pablo termine, pelo menos, o atual Campeonato Francês com a camisa do Bordeaux, já que as negociações envolvendo seu empresário e os clubes brasileiros não chegavam a um consenso, o que dificultava, cada vez mais, a presença do defensor em solos tupiniquins nesse ano.

A situação do Bordeaux na Ligue 1 é muito abaixo do esperado. No começo da temporada, esperava-se que os Girondins pudessem brigar por altas posições na tabela, mas, na prática, não é isso que acontece: atualmente, ocupam a 12ª posição, estando a 4 pontos do Lille, primeiro time na zona de rebaixamento.

Pablo encontrará os brasileiros Jonathan Cafu, Otávio, ex-Atlético-PR, Matheus Pereira, emprestado pela Juventus, e Malcom, um dos grandes destaques do atual Campeonato Francês, no elenco do Bordeaux. Além disso, o defensor lutará por seu espaço na equipe titular com Vukasin Jovanovic, Paul Baysse, Igor Lewczuk e Jules Koundé.