Falcao resolve, Monaco supera Montpellier e avança à final da Copa da Liga Francesa

Atacante colombiano é fundamental para conquista da equipe do Principado, que enfrentará o PSG na decisão da competição

Falcao resolve, Monaco supera Montpellier e avança à final da Copa da Liga Francesa
Foto: Valery Hache/AFP

O Paris Saint-Germain fez sua parte e, ao derrotar o Rennes por 3 a 2 na última terça-feira (30), apenas observou o confronto entre Monaco e Montpellier, válido pela outra semifinal da Copa da Liga Francesa. No Stade Louis II, a equipe de Leonardo Jardim conseguiu aproveitar o fator casa e, com dois gols de Radamel Falcao e um início avassalador, conseguiu superar o adversário por 2 a 0.

Com essa vitória, a equipe do Principado está classificada para a grande final da Copa da Liga Francesa, o segundo torneio eliminatório mais importante do país, para enfrentar a equipe de Unai Emery. O grande confronto ocorrerá no dia 30 de março, valendo o primeiro troféu – excluindo, obviamente, a Supercopa – oficial do futebol francês na temporada.

As duas equipes retornarão aos gramados no próximo fim de semana: no sábado (3), o Montpellier, que ocupa sétima posição na classificação do Campeonato Francês, terá o Angers pela frente. O Monaco, por sua vez, fará um duelo de ‘seis pontos’, já que enfrentará o Lyon, um dos principais adversários pela vice-liderança do campeonato, no domingo (4) – os Gones são os vice-líderes, com 48 pontos, enquanto que a equipe do Principado ocupa a quarta posição, com 47.

Desde o começo da partida, a equipe da casa buscou abrir o placar para tentar sair em vantagem. Com 13 minutos, a primeira chance real de gol aconteceu, mas uma finalização de Andrea Raggi parou em uma boa defesa do goleiro Benjamin Lecomte. Dois minutos após, porém, o Monaco mexeria no placar: o lateral-direito Sidibé fez uma boa jogada pelo seu lado, conseguiu escapar de vários marcadores e viu a bola sobrar no meio do caminho para Radamel Falcao, que girou para cima de seu marcador e finalizou no canto do gol.

Após o gol, a partida se tornou bastante física entre as duas equipes. Apesar do Monaco continuar com uma maior qualidade ofensiva, alguns jogadores tiveram que ser atendidos por conta de chegadas mais fortes: Pedro Mendes e o zagueiro Nordi Mukiele, ambos do Montpellier, tiveram que ser atendidos fora dos gramados, mas conseguiram retornar para a partida.

(Foto: Valery Hache/AFP)

Ainda no primeiro tempo, aos 29 minutos, o Monaco dobraria sua vantagem na partida: após uma boa jogada de rápida transição pelo lado esquerdo, Raggi achou o português Rony Lopes, que conseguiu cruzar para o lado oposto, da onde surgiria Falcão Garcia, que teria apenas o trabalho de completar para os fundo das redes e sair para o abraço.

No segundo tempo, o Montpellier até tentou colocar alguma pressão, atacando a equipe do Monaco, mas o time do Principado conseguiu se defender bem e, quando teve a bola nos pés, jogou com paciência, sabendo deixar a bola rodar e administrando o tempo. O resultado de 2 a 0 foi favorável à equipe da casa, que se garantiu como finalista da competição.