Árbitro que agrediu zagueiro brasileiro do Nantes é suspenso por três meses

Comitê Disciplinar da LFP ainda informou que, após o gancho, Tony Chapron ficará sob supervisão pelo mesmo período; juiz pode recorrer da decisão

Árbitro que agrediu zagueiro brasileiro do Nantes é suspenso por três meses
Foto: Loic Venance/AFP

A agressão do árbitro Tony Chapron ao zagueiro brasileiro Diego Carles durante o jogo entre Nantes e Paint-Saint-Germain, pela Ligue 1, no dia 14 de janeiro, saiu caro. O Comitê Disciplinar da LFP (Liga de Futebolistas Profissionais da França, em tradução livre) suspendeu nessa quinta-feira (1º) o juiz por três meses.

A entidade ainda informou que, passado o período de gancho, Chapron ficará sob "supervisão" pelo mesmo período. Caso o episódio volte a acontecer, ele será afastado novamente. Porém, o juiz pode recorrer da decisão. Aos 45 anos, o árbitro se aposentará ao fim do ano.

O caso aconteceu no dia 14 de janeiro, em Nantes. O árbitro Tony Chapron corria para acompanhar uma jogada de ataque do PSG quando tropeçou no brasileiro Diego Carlos. Após rolar no gramado algumas vezes, o juiz revidou e tentou chutar o zagueiro enquanto tentava se levantar. Depois, Chapron apresentou o segundo cartão amarelo ao defensor, que deixou o campo revoltado.