Primeiro grande ato: Real Madrid e Paris Saint-Germain iniciam batalha nas oitavas da UCL

Em duelo protagonizado pelos valorosos elencos, espanhóis e franceses travam primeiro duelo em busca de manutenção no torneio continental

Primeiro grande ato: Real Madrid e Paris Saint-Germain iniciam batalha nas oitavas da UCL
Foto: Manuel Blondeau/Corbis Sport/Getty Images
Real Madrid
Paris Saint-Germain
Real Madrid: Keylor Navas; Nacho, Sergio Ramos, Varane e Marcelo; Casemiro, Toni Kroos e Modric; Bale, Benzema e Cristiano Ronaldo. Técnico: Zinédine Zidane.
Paris Saint-Germain: Areola; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Berchiche; Verratti, Lassana Diarra e Rabiot; Mbappé, Cavani e Neymar. Técnico: Unai Emery.
ÁRBITRO: Gianluca Rocchi (ITA), auxiliado por Elenito Di Liberatore (ITA) e Mauro Tonolini (ITA)
INCIDENCIAS: Primeiro confronto válido pelas oitavas de final da Uefa Champions League 2017-2018, a ser disputada no Estádio Santiago Bernabéu, em Madrid, às 17h45 desta quarta-feira (14)

Chegou a hora de dois dos mais poderosos times do mundo medirem forças. Frente a frente estarão Real Madrid e Paris Saint-Germain. Quis a definição do sorteio realizado no último mês de dezembro que elencos tão valorosos e nomes tão importantes na esfera do futebol atual se enfrentassem logo no primeiro confronto eliminatório da Uefa Champions League. Nesta quarta-feira (14), as equipes protagonizam o primeiro duelo das oitavas de final da principal competição interclubes existente no mundo, a partir das 17h45, no Estádio Santiago Bernabéu, em Madrid.

De um lado, os merengues buscam no torneio internacional o melhor momento na temporada, uma vez que o time tem desempenho aquém do esperado no Campeonato Espanhol e conta com o trio BBC (Bale, Benzema e Cristiano Ronaldo) para largar na frente da disputa e aumentar ainda mais a hegemonia continental – atualmente com 12 títulos.

Do outro lado, os parisienses fizeram altíssimos investimentos para conquistar o primeiro título de escala internacional. O “projeto Europa” foi completamente acentuado com a contratação de Neymar por 222 milhões de euros. Junto com Cavani e Mbappé, o trio MCN dominou a fase de grupos com uma das melhores campanhas até o momento. O ataque é o setor fundamental para a equipe buscar uma vantagem fora de casa a fim de ter o segundo e decisivo confronto mais tranquilo, diante de sua torcida.

O equilíbrio marca o retrospecto. Em seis confrontos, dois triunfos para cada lado e dois empates. O Real Madrid busca manter a invencibilidade de 17 jogos como mandante em competições europeias para sair na frente na briga por uma vaga nas quartas de final da Champions League.

Apoio dos números

Quanto a competições europeias, o Real Madrid é soberano. Não apenas pelos títulos, mas pelos números recentes em partidas da Uefa Champions League. Com os 17 jogos invictos dentro de casa, um ataque forte e eficiente, além de ser bem-sucedido em sete dos últimos 16 confrontos eliminatórios, os merengues querem usar todo o seu poderio para sair na frente diante de um qualificado adversário.

Dois jogadores estão fora e não entram em campo. O lateral-direito Dani Carvajal cumpre suspensão, enquanto o zagueiro reserva Jesús Vallejo segue em recuperação de lesão no músculo posterior da coxa. Com exceção dos supracitados, todos os atletas foram relacionados para o confronto. No lado direito, Nacho deve ser escalado. Fora isso, o técnico Zinédine Zidane deve usar o que tem de melhor em seu plantel.

Foto: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images

Na entrevista coletiva concedida depois do último treino, Zizou deixou bem claro que não há motivos para ficar amedrontado diante do PSG, embora saiba de todo o poderio da equipe francesa. O treinador também falou sobre o duelo à parte entre Cristiano Ronaldo e Neymar.

“É uma eliminatória de 180 minutos ou mais, mas a primeira coisa que temos que nos concentrar é no jogo de quarta-feira. São duas partidas de Champions. O que me interessa é jogar um bom futebol, com um time que podemos ter muitas opções. Nós não temos nenhuma pressão. Estamos felizes em jogar esses jogos, nós vivemos para isso. O que as pessoas querem ver é um excelente jogo de futebol. O duelo é Real Madrid x PSG, não Neymar x Cristiano Ronaldo. Cristiano obteve coisas extraordinárias, cinco Bolas de Ouro e não vou compará-las. Sobre Neymar, já conhecemos tudo o que ele faz no campo. Tem muita qualidade, pode fazer a diferença, mas o que queremos ver não é um duelo entre eles, mas um Real Madrid x PSG”, afirmou Zidane.

Consolidação continental

A eliminação diante do Barcelona na temporada passada deixou sérias lições no PSG. A derrota por 6 a 1 e a vantagem enorme deixada para trás, que resultou na eliminação dos franceses nas oitavas de final, fez com que a diretoria investisse pesado em qualificar ainda mais o elenco. A chegada de Neymar e Mbappé para formar um trio ofensivo espetacular com Cavani comprova isso. Um ano depois, outro forte adversário a ser encarado: o Real Madrid, maior campeão europeu com sobras. Levar a melhor nesse duelo coloca de vez os parisienses na briga pelo inédito título continental, além da manutenção do “projeto Europa”.

O técnico Unai Emery relacionou todos os jogadores, mas não poderá contar com o meia ítalo-brasileiro Thiago Motta. Embora o jogador pudesse ser escalado um pouco no sacrifício, a comissão técnica do Paris Saint-Germain optou pela recuperação plena do jogador para o restante da temporada. Com isso, Lassana Diarra provavelmente deve estrear no time pela Champions League contra uma equipe que atuou por três anos como camisa 10. Caso o francês não entre de primeira, Lo Celso é a outra opção para o setor.

Foto: Gabriel Bouys/AFP/Getty Images
Foto: Gabriel Bouys/AFP/Getty Images

Em entrevista coletiva, o treinador do PSG destacou o significado da partida para o clube, comentou sobre os pontos fortes do Real Madrid e falou sobre sua expectativa para o primeiro duelo ante os merengues.

“Encaramos o jogo como uma grande oportunidade, jogaremos um confronto eliminatório contra o atual campeão com 12 títulos e queremos chegar a esse nível. Nós vamos jogar contra o time que tem o maior número de copas europeias, com jogadores qualificados como o melhor artilheiro desta competição. Com todo respeito à instituição e aos seus jogadores, mas temos muita confiança em nossos jogadores e com vontade de mostrar que estamos em seu nível e que podemos passar por esta eliminatória. Espero uma partida muito competitiva e com muita intensidade porque eles têm na equipe jogadores de alto nível, alta intensidade, velocidade e talento. Tem tudo para desfrutar de uma grande partida”,  disse Emery.