Lanús bate Tigre e amplia vantagem no Grupo 2 do Campeonato Argentino

Com um a menos El Grenates emplacam com 7 pontos de vantagem em cima do vice Estudiantes; Tigre se complica cada vez mais na luta contra o rebaixamento

Lanús bate Tigre e amplia vantagem no Grupo 2 do Campeonato Argentino
Sand comemorando o gol da noite (Foto: Olé/Télam)
Lanús
1 0
Tigre

Será muito difícil tirar o primeiro lugar do Lanús pelo Grupo 2. Que hoje nesta segunda (2) diante o Tigre, no estádio José Dellagiovanna e venceu pelo tímido placar de 1 a 0, e se firma a cada partida como o  grande favorito junto ao Godoy Cruz [Líder do Grupo 1] para o título de Campeão Argentino.

Por outro lado o Tigre, estaciona na décima primeira colocação, com os míseros 13 pontos [empatado com o Newls Old Boys, porém separados pelo critério de desempate], 21 a menos que o adversário da noite.

Sem brilho e no sufoco, Lanús amplia a vantagem na liderança da Zona 2

Sem sombra de dúvidas, Lanús é uma das melhores equipes do Futebol Argentino na atualidade. Líder isolado do seu Grupo, com 34 pontos [7 a mais que o segundo colocado Estudiantes], e com seis vitórias consecutivas, apresentando uma das maiores efetividade na atual temporada do Torneio de Transição

Com dificuldade de impor seu jogo, o líder errava passes, e exagerava nas tentativas de contra-ataque. Todavia em aproxidamente 20 minutos de bola rolando, devido a um erro bizarro dos donos da casa: Lucas Janson derruba Lautaro Acosta na grande área, sucessidamente o juíz assinalou penalidades máximas. Com isso, Sand bateu a cobrança e marcou o gol da vitória.

Tigre tenta anular os visitantes, no entanto é ineficaz

Consciente da forma de jogar adversária, o comandante Pedro Troglio [treinador do Tigre] decidiu avançar seus jogadores e pressionar seu adversário e roubar a posse de bola. Entretanto seu método se tornou falho ao decorrer da partida.

Contudo, a única parte bem sucedida foi forçar a expulsão de José Luis Gómez [levando o segundo amarelo], no final da primeira etapa: Nos 42, aonde Gómez fez uma entrada dura no atacante Janson, que segundos depois quase empatou, acertando no travessão.

Nos últimos 45 minutos do segundo tempo, com um placar favorável, somado com as dificuldades de sair com a bola nos pés, os comandados de Jorge Almirón, recuaram, o que fez sofrer grandes ataques do Tigre. Por outro lado, os mandantes viam os minutos passaram, alinhado com o desespero, partiram para o tudo ou nada, porém pecavam nas finalizações.

Para se ter uma idéia, durante os 90 minutos, foram: 19 finalizações do Tigre [9 em direção gol], contra apenas 6 [3 perigosas] do Lanús. Reinaram também a efetividade de passes com 81%, diante de 63% dos adversários. O que mostra que no futebol muitas vezes, o merecedor muitas vezes não é o vencedor.

O próximo confronto do Lanús será domingo (8), diante o Aldosivi, no estádio Ciudad de Lanús. O Tigre no entanto encara no mesmo dia que o outro duelo o Atlético Rafaela, fora de casa no Nuevo Monumental.