Argentina goleia os Estados Unidos na Copa América Centenário (4-0)

Argentina goleia os Estados Unidos na Copa América Centenário (4-0)
USA
0 4
Argentina
USA: Guzan; Yedlin, Cameron, Brooks, Johnson; Zusi, Beckerman, Bradley; Zardes, Dempsey. Wondolowski.
Argentina: Romero; Mercado; Otamendi; Funes Mori; Rojo Fernández; Mascherano; Ever Banega Messi; Higuain; Lavezzi
Placar: 0-1, min. 2, Lavezzi. 0-2, min. 31, Messi. 0-3, min. 49, Higuain. 0-3, min. 40, Higuain.

Agradeço a todos que acompanharam esse jogaço aqui na VAVEL Brasil, e espero vocês amanhã para a outra semifinal, um forte abraço.

Argentina goleia os Estados Unidos por quatro a zero com show de Messi e está classificada para a grande final da Copa América Centenário onde enfrentará Chile ou Colômbia.

48 min: Fim de jogo!

45 min: Teremos três minutos de acréscimos

40 min: GOOOOOOOOOOOOOOL DA ARGENTINA! Messi rouba a bola e invade a área pela esquerda, e apenas rola para Higuain marcar

38 min: Na Argentina sai Rojo e entra Victor Cuesta

37 min: UUUUUH! Messi recebe na direita, corta para o meio e bate rasteiro para grande defesa de Guzan

34 min: Mercado tenta quase do meio campo e a bola vai fraca na mão de Guzan

32 min: Os americanos mexem pela última vez, sai Dempsey e entra Nagbe

32 min: Lamela recebe pela esquerda, invade a área e bate muito mal pela lateral

25 min: Dempsey tenta passe na entrada da área mas a zaga argentina afasta o perigo

16 min: Lavezzi cai de costas atrás da placa de publicidade, a ambulância já entra urgente no gramado

14 min: USA mexe denovo, sai Beckerman e entra Birnbaum

13 min: Na Argentina sai Augusto Fernández e entra Biglia

10 min: Argentina faz uma grande partida, USA tenta atacar mas não consegue levar nenhum perigo a meta de Romero

4 min: GOOOOOOOOOOL DA ARGENTINA! Lavezzi da belo lançamento para Higuain que chuta, o goleiro Guzan defende e no rebote o argentino coloca para dentro

1 min: Zusi se atrapalha com a bola e sai com ela pela linha de fundo

o min: No USA sai Wondolowski e entra Pulisic

0 min: Começa o segundo tempo!

46 min: Fim do primeiro tempo!

45 min: Lavezzi se choca com o goleiro Guzan e fica caído no gramado

44 min: Teremos um minuto de acréscimo

42 min: UUUUUH! Cruzamento da direita e Otamendi salva antes da bola chegar em Dempsey, primeira chegada americana com perigo na partida

36 min: Time americano apático em campo toca a bola na defesa

31 min: GOOOOOOOOOOOOOL DA ARGENTINA! Messi cobra falta no ângulo do goleiro e aumenta o placar, um golaço do melhor do mundo

30 min: Wondolowski acerta Messi por trás e recebe cartão amarelo, boa chance de gol para a Argentina

27 min: Agora é Dempsey que faz falta dura em Mascherano, mas o juiz fica só na conversa

21 min: Falta dura em Lavezzi, a Argentina cobra rápido e Higuain sozinho perde boa chance de gol

14 min: Bradley da um presente para Messi que arranca sozinho limpa a jogada e chuta na mão de Guzan

11 min: Argentina segue pressionando a seleção americana em busca do segundo gol

6 min: Bradley cobra falta para a área mas Higuain afasta o perigo

2 min: GOOOOOOOOOOOOOL DA ARGENTINA! Messi da belo passe por cobertura para Lavezzi de cabeça encobrir o goleiro americano

0 min: Começa o jogo!

Já os donos da casa estão escalados com: Guzan; Yedlin, Cameron, Brooks, Johnson; Zusi, Beckerman, Bradley; Zardes, Dempsey. Wondolowski.

Argentina virá a campo com: Romero; Mercado; Otamendi; Funes Mori; Rojo Fernández; Mascherano; Ever Banega Messi; Higuain; Lavezzi

Vamos as escalações das equipes para o duelo de logo mais valendo vaga na grande final!

Vão começar as semifinais da Copa América Centenário 2016. Nesta terça-feira (21), às 22h (de Brasília), os anfitriões, Estados Unidos, recebem a Argentina no estádio NRG Stadium, em Houston, para definir o primeiro finalista da competição. Os americanos buscam sua primeira final, enquanto os hermanos tentam voltar à decisão que estiveram em 2015. 

Como país-sede, os Estados Unidos querem manter a linha de evolução quando se trata de futebol. Cabe ao técnico Jurgen Klinsmann e Clint Dempsey, ídolos, fazerem da Copa América Centenário uma grande festa para os norte-americanos. EUA eliminaram o Equador, por 2 a 1, nas quartas. 

Os hermanos são favoritos para o confronto, embora o time de Klismann esteja em grande crescimento e apresente bom futebol na competição. Lionel Messi e companhia buscam encerrar um jejum de 23 anos sem ganhar títulos - 1994, última vez que argentinos conquistaram a Copa América. Argentina goleou a Venezuela para classificar-se à semifinal. 

Na outra semifinal, Chile e Colômbia disputam para ver quem irá ao Metlife Stadium, decidir o campeão. 

O treinador alemão que faz ótimo trabalho na seleção norte-americana quer fazer história no comando da equipe. Em entrevista coletiva, ele afirmou a confiança que tem no seu elenco, além do amadurecimento do time, conforme o passar dos jogos. 

A esperança dos americanos está no meia Clint Dempsey, ídolo e um dos melhores equipes. Nas quartas, diante do Equador, o americano foi decisivo na partida, marcando um dos gols da vitória por 2 a 1. 

LEIA MAIS:Klinsmann celebra classificação dos EUA e elogia Dempsey: "Desempenho inacreditável"

Klinsmann confia na sua equipe para chegar à final (Foto: Getty Images)
Klinsmann confia na sua equipe para chegar à final (Foto: Getty Images)

Sobre os perigos e as qualidades ofensivas propostas pela Argentina, Klismann não se prolongou muito, mas falou sobre o craque Lionel Messi, e sua importância no jogo:

"Mostramos ao time algumas sequências de vídeos para que possam ver como marcá-lo, treinamos situações específicas defensivas de jogo. Estamos fazendo um torneio tremendo defensivamente o time trabalhando em unidade. Vocês viram que eles não ganharam todos os jogos nas eliminatórias e cometem erros também. Assim como nós temos nossos defeitos e eles estão analisando. Por isso será um jogo fascinante, uma oportunidade maravilhosa para nossos jogadores se mostrarem ao mundo.", afirmou.

Tratando-se dos desfalques, Jurgen terá apenas o meia Jermaine Jones, suspenso por levar cartão vermelho diante do Equador, fora do time titular. 

A ótima campanha da Argentina na Copa América a torna a grande favorita pelo confronto. Vinda de goleada por 4 a 1 em cima da Venezuela, os hermanos anseiam pelo fim do jejum de 23 anos, cujo traz críticas a geração, que já chegou a quatro finais e ainda não pôde vencer nenhuma - sendo uma delas a grande final contra a Alemanha, na Copa do Mundo. 

Os hermanos têm 100% de aproveitamento na competição. Lionel Messi, o craque do time, soma quatro gols e é o vice-artilheiro da competição. Com facilidade em quase todos os jogos, já venceram Chile, Panamá, Bolívia e por último, Venezuela, em grande atuação. 

LEIA MAIS:Copa América Centenário: Argentina tem a chance de ouro para voltar ao topo

O técnico Tatá Martino, embora feliz com as boas atuações da equipe, preferiu manter os pés no chão durante a entrevista coletiva. Ainda sem certeza sobre Di Maria, que se machucou ainda na fase de grupos, o técnico respondeu algumas perguntas na sala de imprensa sobre o confronto. 

Tatá elogiou a seleção norte-americana antes do confronto (Foto: Getty Images)
Tatá elogiou a seleção norte-americana antes do confronto (Foto: Getty Images)

Tatá elogiou a seleção norte-americana: "Acredito que tirando o Chile, os Estados Unidos têm um nível superior às outras três equipes que enfrentamos nesta Copa América", afirmou.

Antes da coletiva, a confederação divulgou que todos ingressos, pela primeira vez, foram vendidos para uma partida. Ou seja, os norte-americanos farão muito barulho. Em ralação a isso, Tatá não demonstrou muita preocupação: "O fator casa sempre tem muita incidência. Mas também sabemos que em Houston há muitos mexicanos e isso nos fará também um pouquinho local.", disse.

Os desfalques, por sua vez, ficam por conta de Gaitán, suspenso; Di Maria, ainda é dúvida, embora o comandante não descartou a possibilidade de ter o meio-campista no banco de reservas para o confronto decisivo . 

Boa noite, torcedor! Acompanhe a partida entre Argentina x Estados Unidos e em tempo real na Copa América Centenário! Fique conosco!