Na estreia de Bauza, Messi decide, Argentina vence Uruguai e assume liderança na Eliminatória

Após ter desistido da aposentadoria, Messi retornou a seleção marcando o o gol da vitória. Argentina é líder na Eliminatória

Na estreia de Bauza, Messi decide, Argentina vence Uruguai e assume liderança na Eliminatória
Foto: Divulgação/Argentina
Argentina
1 0
Uruguai
Argentina: Romero; Zabaleta, Otamendi, Funes Mori e Mas; Mascherano, Biglia e Di María (Gaitan, min. 39'/2ºT); Messi, Dybala e Lucas Pratto (Alario, min. 26'/2ºT). Técnico: Edgardo Bauza.
Uruguai: Muslera; Fucile (Diego Rolán, min. 42'/2ºT), Gimenez, Godín e Gastón Silva; Corujo, Arévalo Rios, Sanchez (Gastón Ramírez, min. 25'/2ºT)) e Lodeiro (Cristian Rodríguez, min. 15'/2ºT); Cavani e Luis Suárez. Técnico: Óscar Tabárez.
Placar: 1-0, min. 42'/1ºT, Messi.
INCIDENCIAS: Sétima rodada da Eliminatória para Copa do Mundo 2018, jogo realizado em Mendonza, na Argentina.

Na noite desta quinta-feira (1), a Argentina venceu o Uruguai pelo placar mínimo, pela sétima rodada das Eliminatórias para Copa do Mundo 2018. O gol da vitória foi marcado por Messi, que retornou a seleção após ter desistido da aposentadoria depois do vice na Copa América Centenário. O jogo também marcou a estreia do técnico Edgardo Bauza no comando da seleção argentina.

Com a vitória, a Argentina agora soma 14 pontos e tomou a liderança que pertencia ao Uruguai, que continua com 13 pontos. Na terça-feira (6), as duas seleções retornam a campo, às 20h (de Brasília). Os argentinos visitam a Venezuela, em Merida, enquanto os uruguaios recebem o Paraguai, no estádio Centenário.

Argentina sai na frente com gol de Messi no fim do primeiro tempo

O começo do jogo foi truncado, com poucos espaços e poucas finalizações. Os argentinos tinham mais a posse de bola, iam ao ataque mas não conseguiam criar muitas chances. A primeira grande tentativa surgiu apenas aos dez minutos, mas a cobrança de falta de Messi parou na barreira. Por outro lado, a primeira tentativa do Uruguai só saiu aos 24 minutos, quando Suarez tentou a finalização do meio campo, porém Romero estava atento e defendeu sem problemas.

O jogo só começou a esquentar depois dos 30 minutos. Aos 31, Di María brigou pela bola no meio e deixou com Dybala, que arriscou de longe e acertou a trave. Aos 40 minutos, nova investida dos argentinos, mas a finalização de Messi desviou em Gimezes e saiu por cima, para sorte dos uruguaios. Mas a sorte durou pouco. Aos 42, Messi ficou com a bola na entrada da área, se livrou da marcação e finalizou, contando com a ajuda de um desvio na defesa para furar Muslera e inaugurar o placar.

Após sofrer o gol, o Uruguai tentou ir ao ataque. Aos 43, Suarez invadiu a área e tentou a finalização, mas Mascherano desviou de carrinho no momento certo. Aos 45 minutos, Dybala recebeu o segundo amarelo e foi expulso, deixando o campo chorando e com aplausos.

Messi abraça Di María após comemoração do gol (Foto: Reuters)
Messi abraça Di María após a comemoração do seu gol (Foto: Reuters) 

Uruguai não consegue aproveitar superioridade numérica e Argentina assume liderança

O Uruguai tinha mais um tempo de jogo pela frente com um a mais em campo, já que Dybala foi expulso no fim da primeira etapa. Entretanto, os uruguaios não conseguiram tirar proveito dessa superioridade numérica em campo. Por outro lado, ainda sofreram com Di María e Messi. O camisa 10 da Argentina e do Barcelona quase surpreendeu Muslera e quase ampliou o placar aos sete minutos, após cobrança de falta.

Suárez e Cavani tentaram jogadas individuais, mas a insistência pelas laterais do gramado não foram uma boa estratégia. Na reta final do jogo a Celeste ainda tentou colocar pressão na recuada Argentina, porém as finalizações não davam perigo ao goleiro Romero ou sua meta.