Sem Messi, Argentina enfrenta Peru fora de casa pelas Eliminatórias

Hermanos tentam voltar à liderança das Eliminatórias; Peru busca recuperação na tabela

Sem Messi, Argentina enfrenta Peru fora de casa pelas Eliminatórias
Messi segue com dores no púbis e ficará fora (Foto: Daniel Jayo/STR/Getty Images)
Peru
Argentina
Peru: Gallese, Ramos, Rodríguez, Corzo e Yotún; Trauco, Flores e Tapia; Cueva, Benavente e Guerrero
Argentina: Romero, Zabaleta, Otamendi, Funes Mori e Rojo; Kranevitter, Mascherano e Di María; Dybala, Agüero e Higuaín
ÁRBITRO: Sandro Meira Ricci (BRA); Auxiliares: Emerson de Carvalho (BRA) e Marcelo Van Gasee (BRA)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela nona rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo Rússia 2018, disputado no Estádio Nacional, em Lima (PER)

Em situações diferentes e buscando subir na tabela de classificação, Peru e Argentina entram em campo para tentar empolgar nas Eliminatórias para a Copa do Mundo Rússia 2018. As equipes se enfrentam em jogo válido pela nona rodada das Eliminatórias, disputado no Estádio Nacional, em Lima, às 23h40 (horário de Brasília). Os argentinos, sem Messi, têm a difícil missão de voltar a vencer fora de casa.

Depois de um mês, as Eliminatórias Sul-Americanas estão de volta e um duelo importante para o futuro de duas seleções fecha a nona rodada. Peru e Argentina chegam com a necessidade de vencer, já que ainda buscam vagas na zona de classificação para a Copa do Mundo e precisam dos três pontos.

Atualmente, o Peru está na penúltima colocação da tabela, na frente apenas da Venezuela, e somaram sete pontos. Já a Argentina está na terceira colocação, com 15 pontos, e sonha em voltar ao primeiro lugar nas Eliminatórias.

Com Higuaín de referência, Argentina tenta voltar ao topo da tabela

A Argentina não terá vida fácil no Peru. Se na última rodada a equipe ficou apenas no empate por 2 a 2 diante da Venezuela, última colocada das Eliminatórias, nesta a situação continua complicada, já que o time segue sem sua maior estrela e sua referência. O técnico Edgardo Bauza não deve alterar muito a equipe, promovendo apenas o volante Kranevitter como companhia de Mascherano e Di María no meio de campo.

A grande dúvida nos argentinos era no ataque, já que, sem Messi, a equipe precisava de uma nova referência. Entretanto, Bauza afirmou que isso não era uma dúvida para ele: "Se estiver bem, a referência na área será Higuaín". 

Bauza, entretanto, pediu cuidado com Paolo Guerrero, o principal jogador da Seleção Peruana. "O jogador que mais desequilibra é Guerrero, pelo histórico dele e por tudo que representa. Paolo é um líder e essa liderança se manifesta em campo a cada partida. É um jogador que resolve muito bem dentro da área, é um perigo constante para a defesa", afirmou o treinador.

O experiente volante Mascherano comentou sobre a ausência de Messi e acredita que não existe dependência. "O fato de termos Messi é um "plus". Mas não podemos utilizá-lo como escudo. Precisamos dar um passo adiante para que a falta dele não seja tão notada. Precisamos sobreviver sem ele", afirmou.

A tendência é que Edgardo Bauza escale seus titulares com: Romero, Zabaleta, Otamendi, Funes Mori e Rojo; Kranevitter, Mascherano e Di María; Dybala, Agüero e Higuaín.

Peru tenta se recuperar e conseguir sequência de vitórias

O Peru volta ao Estádio Nacional, em Lima, para buscar mais um resultado positivo. Tentando correr atrás do tempo perdido e buscando uma vaga pelo menos na repescagem, os peruanos terão a difícil missão de fazer o ataque funcionar, já que o time marcou apenas oito gols em oito rodadas.

Na última rodada das Eliminatórias, o Peru finalmente conseguiu vencer ao enfrentar o Equador em casa. Depois de quatro rodadas sem conseguir os três pontos, os peruanos chegaram a sete e se mantém na nona posição com a mesma pontuação da Bolívia.

O técnico Ricardo Gareca comentou sobre o confronto e afirmou que a equipe tratará o duelo como final. "Vamos jogar no limite. Estamos disputando uma final em casa. Será um duelo intenso. Vislumbro uma partida equilibrada, dentro do panorama emotivo, apesar de não saber se bem jogada", disse Gareca.

Ricardo Gareca deve escalar seu time com: Gallese, Ramos, Rodríguez, Corzo e Yotún; Trauco, Flores e Tapia; Cueva, Benavente e Guerrero.