Com volta de Messi e algumas surpresas, Bauza anuncia a convocação da Seleção Argentina

Treinador volta a contar com camisa 10 e surpreende deixando Rojo de fora; Buffarini, do São Paulo, e Lucas Pratto, do Atlético-MG, também figuram na lista

Com volta de Messi e algumas surpresas, Bauza anuncia a convocação da Seleção Argentina
Messi está de volta à Albiceleste (Foto: Getty Images)

O treinador da Seleção Argentina, Patón Bauza, anunciou nessa sexta-feira (21) os 26 convocados para as partidas contra Brasil e Colômbia, válidas pelas Eliminatórias à Copa do Mundo de 2018. A convocação tem como principal ponto positivo o retorno de Lionel Messi, recuperado de lesão, além de algumas surpresas.

O primeiro ponto surpreendente se dá pelo número de jogadores convocados o que evidencia o momento de incerteza vivido por Bauza no comando técnico da equipe. Questionado e vendo sua seleção despencar no torneio, o treinador vive um momento delicado sob o comando da Albiceleste tendo que lidar com a pressão dos periódicos locais.

Cidade do Galo será casa de Brasil e Argentina em novembro

Paras as próximas duas partidas, Bauza não convocou Marcos Rojo, jogador de defesa do Manchester United, além de Kranevitter, que vinha sendo figurinha carimbada nas convocações de Tata Martino. O ex-treinador do São Paulo também manteve de fora o meia-atacante Erik Lamela, do Tottenham. 

Já no meio-campo, uma das surpresas fica por conta de Marcos Acuña, meia do Racing que estreiará com a camisa argentina. O jogador era um dos mais pedidos pela torcida e vive um bom momento no futebol local. Outro jogador que surpreende é Enzo Pérez, que volta a figurar na lista dos convocados após um tempo ausente.

Além dos dois citados acima, Julio Buffarini, do São Paulo, também aparece na lista junto com o goleiro Gerónimo Rulli, convocado para suprir a ausência de Andújar, lesionado. Lucas Pratto, atacante do Atlético-MG, também figura na lista de selecionáveis.

Confira abaixo a convocação completa: 

A Argentina volta a campo no dia 10 de novembro quando enfrentará a Seleção Brasileira, no Mineirão. Após a disputa do clássico de maior rivalidade no continente, os albicelestes receberão a seleção da Colombiana, no Estádio del Bicentenário, em San Juan. Canso não vença nenhum dos dois compromissos, a Argentina poderá ser ultrapassada por Chile e Paraguai, aumentando a pressão sob Bauza. Em contrapartida, duas vitórias elevariam a moral da equipe que ocuparia as primeiras posições da tabela.