Brasil x Argentina: Edgardo Bauza e seu retrospecto no Mineirão

O Mineirão será o palco do confronto entre Brasil e Argentina pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo; Patón Bauza tem um bom aproveitamento no estádio

Brasil x Argentina: Edgardo Bauza e seu retrospecto no Mineirão
Fotomontagem: Hugo Alves/VAVEL Brasil

O maior clássico entre seleções da América do Sul acontecerá nesta quinta-feira (10), em Belo Horizonte, Minas Gerais. O Brasil recebe a Argentina em partida válida 11ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018. A pressão aumentou para os argentinos após a retirada de pontos da Bolívia por conta de um jogador irregular. Neste momento, a Albiceleste encontra-se fora da zona de classificação e tem pela frente um rival em ótima fase.

Mas o local da partida poderá servir de amparo para os torcedores argentinos. O técnico Edgardo Bauza disputou duas partidas no Estádio Governador Magalhães Pinto e não perdeu. Nestes dois jogos, uma vitória com o São Paulo e um empate quando ainda comandava o San Lorenzo. Ambos os confrontos aconteceram pela Copa Libertadores da América. Será que o treinador manterá o bom aproveitamento agora à frente da Seleção Argentina? Se depender de Patón, sim.

Sou uma pessoa muito otimista. Contra o Brasil vamos ganhar. O dia em que Armando Pérez me chamou para dirigir a seleção, nem bem eu desliguei o telefone e já me imaginava campeão. Não consigo entender essa profissão de técnico se não luto para isso”, disse Bauza em entrevista no início do mês.

Cruzeiro 1 x 1 San Lorenzo, 14 de maio de 2014

O ano de 2014 foi especial para Edgardo Bauza. Juntamente com o San Lorenzo, ele conquistou a Copa Libertadores naquela temporada. A campanha foi marcada por confrontos contra brasileiros. Eliminando Botafogo, Grêmio e Cruzeiro.

Os argentinos enfrentaram o Cruzeiro nas quartas de finais da competição. Na ida, venceram por 1 a 0. O jogo de volta aconteceu no Mineirão. A expectativa da torcida celeste era grande, a festa foi enorme antes da partida. Porém, logo aos 10 minutos, Ignacio Piatti – hoje no Montreal Impact – abriu o placar. Naquele momento, o Cruzeiro precisava fazer três gols. Mas o time mineiro só conseguiu fazer um. Bruno Rodrigo anotou de cabeça após cruzamento de Dagoberto.

Cruzeiro 0 x 1 São Paulo, 5 de junho 2016

A outra experiência de Patón no Mineirão aconteceu neste ano, quando ainda treinava o São Paulo. A partida foi válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro e o Tricolor Paulista venceu por 1 a 0. Depois dessa vitória, Bauza só venceu mais duas vezes em 13 jogos. Ele deixou a equipe após receber o convite da Associação Argentina de Futebol.

Ytalo foi o autor do gol único da partida. O atacante ex-Audax aproveitou cruzamento de Bruno, girou e mandou no ângulo de Fábio.

Brasil, Argentina e o palco da partida

Por toda a eternidade, ou enquanto existir formas de registro, o Mineirão sempre será lembrado como o local do 7 a 1. O episódio e o estádio serão formas de lembrar-se daquele fatídico episódio para o futebol brasileiro, que está marcado na história do futebol mundial. Mas para a Argentina e Patón, poderá marcar um recomeço, um início de caminhada rumo à Copa de 2018.

A Argentina estava na quinta colocação, mas a Bolívia perdeu os pontos conquistados contra Chile e Peru. As outras duas seleções ganharam três pontos cada. Assim, os chilenos subiram para quinto e deixaram a Albiceleste na sexta colocação. A pressão é grande em cima da Seleção Argentina, pois um tropeço diante do Brasil e uma possível vitória do Paraguai ante o Peru pode deixar o país em sétimo. Mas o Mineirão parece ser um palco agradável para Patón.