Centurión recusa oferta do Boca, critica diretoria e São Paulo monitora situação

Meia chegou a criticar também a imprensa argentina por sua situação

Centurión recusa oferta do Boca, critica diretoria e São Paulo monitora situação
(Foto: Prensa Boca Juniors)

Por meio de seu perfil no Instagram, o meia Centurión anunciou na noite de terça-feira (25) a recusa da oferta feita pelo Boca Juniors e criticou a diretoria do time argentino. O jogador chegou a atacar a imprensa argentina e afirmou continuar torcendo pela equipe xeneize, apesar dos problemas internos.

Centurión, que já havia sido acusado de violência de gênero, envolveu-se em um incidente no final de semana, o que fez a diretoria do clube xeneize exigir a inclusão de cláusulas de conduta em seu novo contrato, o que o jogador recusou. “Que lástima, Boca, que tem um presidente e uma diretoria que não são sério.”, destacou após a exigência em sua rede social.

Por meio da nota, o jogador frisou sua dedicação pela equipe e citou os problemas de conduta que vinha enfrentando.“Eu tinha vindo para ficar no Boca. Nunca me deixei, me dediquei ao máximo, treinei como poucos treinam, fiz por estas cores. Mas não valorizaram nada e também me vejo culpado, tive problemas, mas para que vou dizê-los se já sabem quais são? Ou algum de vocês nunca se equivocou?”, continuou.

No final de sua nota, o jogador criticou a imprensa argentina, alegando que a mesma fez sua família passar por problemas e afirmou continuar ao lado da equipe argentina como torcedor. “E vocês, jornalistas, que fazem show, que fazem política. Espero que nunca passem o que minha mãe passou com todos estes episódios. Eu vou sair porque nunca dependi de ninguém e aqui estou. Sigo e vou seguir sendo Centurión, torcedor do Boca, como meu pai e meus companheiros. “, finalizou.

Argentina