Milan supera Bologna com gol de Bacca e alimenta sonho de vaga na Europa League

Time rossonero bate rossoblù e segue na briga por classificação para a competição continental

Milan supera Bologna com gol de Bacca e alimenta sonho de vaga na Europa League
Foto: Andrea Spinelli/Corbis via Getty Images
Bologna
0 2
Milan
Bologna: Angelo da Costa; Rossettini (Ferrari, min. 89), Gastaldello (Taïder, min. 71), Oikonomou e Masina; Diawara e Brighi; Zúñiga (Mounier, min. 79), Brienza e Giaccherini; Floccari. Treinador: Roberto Donadoni.
Milan: Donnarumma; Calabria, Mexès, Romagnoli e De Sciglio; Kucka (Poli, min. 69), Montolivo e Mauri (Bertolacci, min. 56); Honda (Boateng, min. 83); Luiz Adriano e Bacca. Treinador: Cristian Brocchi.
Placar: 0-1, min. 39, Bacca.
ÁRBITRO: Daniele Doveri (ITA). Cartões amarelos: Diawara (min. 5), Mauri (min. 5), Mexès (min. 15), Oikonomou (min. 34), Da Costa (min. 39), Bertolacci (min. 57), Calabria (min. 62), Romagnoli (min. 90+3). Cartões vermelhos: Diawara (min. 11).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 37ª rodada da Serie A, realizada no estádio Renato Dall’Ara, em Bologna, na Itália.

No sufoco, o Milan venceu o Bologna pelo placar mínimo, neste sábado (7), fora de casa, pela penúltima rodada da Serie A. O gol da equipe de Milão foi anotado pelo artilheiro Carlos Bacca, que soma 17 tentos no campeonato. O brasileiro Luiz Adriano sofreu pênalti ao final do primeiro tempo e seu companheiro colombiano converteu.

Com o resultado, o Milan chega a 57 pontos, ascende à sexta colocação e ultrapassa o Sassuolo (55), que entra em campo neste domingo (8) para visitar o quase rebaixado Frosinone. Terminando o campeonato na sexta colocação, o clube garantirá vaga para os playoffs da Uefa Europa League 2016/17. Já o Bologna, que apenas cumpre tabela, aparece na 13ª posição, com 41 pontos.

O Milan encerra a Serie A 2015/16 dentro de casa contra a Roma. A partida ocorrerá no próximo sábado (14), às 15h45, no San Siro. O Bologna, por sua vez, enfrentará o Chievo um dia depois, às 13h, em Verona.

Bacca guarda de pênalti e deixa Milan em vantagem no primeiro tempo

Bologna e Milan iniciaram a partida no Renato Dall’Ara com pouca criatividade. Ambas as equipes não propunham jogo e, assim, os goleiros quase não trabalharam. Porém, a tônica do duelo mudou aos 11 minutos quando o volante do Bologna, Diawara, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Embora o Milan tivesse superioridade numérica em campo e controlasse a posse de bola, os rossoneri foram oferecer perigo à meta do goleiro Angelo da Costa somente aos 35 minutos. Honda arriscou de fora da área e colocou o arqueiro para trabalhar. A resposta da equipe rossoblù veio logo depois, com Brienza, que também arrematou de longa distância, mas dessa vez a bola sumiu por muito.

Contudo, o placar não ficaria zerado até o intervalo. O atacante brasileiro Luiz Adriano, que começou jogando no lugar do gripado Balotelli, foi derrubado por Angelo da Costa na área e o árbitro marcou pênalti. Bacca converteu a penalidade máxima e anotou seu 17º gol nesta Serie A.

Milan suporta pressão e leva os três pontos

O Bologna voltou do intervalo com uma postura mais ofensiva, mas tinha dificuldades para passar pela defesa do Milan. Assim, a equipe da casa chegou com perigo duas vezes em jogadas aéreas, mas não conseguiu acertar o gol de Donnarumma, goleiro do time rossonero.

Assim como aconteceu no primeiro tempo, o Milan foi acertar um bom chute a gol bem tarde. Aos 77 minutos, o zagueiro Mexès, conhecido por gols acrobáticos de longa distância, pegou bonito na bola de fora da área, mas Angelo da Costa estava atendo e assegurou o arremate.

Aproximando o final da partida, Luiz Adriano perdeu a oportunidade de aumentar a vantagem do Milan. Bertolacci lançou Honda na ponta direita, o japonês cruzou rasteiro no segundo poste, mas brasileiro chegou atrasado e não conseguiu empurrar a bola à rede. Depois, o próprio Luiz Adriano arriscou da entrada da área, porém a bola sumiu muito e acabou indo para fora.

Faltando dois minutos para terminar o tempo regulamentar, o Bologna chegou a superar Donnarumma, mas o assistente marcou impedimento quando o zagueiro Oikonomou estufou a rede após cobrança de escanteio. Porém, o Milan segurou a vantagem e terminou com os três pontos.