Luca Toni se despede do futebol: “Eu só posso dizer obrigado a todos”

Atacante deixou sua última marca na vitória do Hellas Verona sobre a Juventus

Luca Toni se despede do futebol: “Eu só posso dizer obrigado a todos”
Luca Toni é aplaudido por todos os telespectadores presentes no Marcantonio Bentegodi, estádio do Hellas Verona (Foto: Dino Panato/Getty Images)

O atacante Luca Toni pendurou as chuteiras neste domingo (8) em grande estilo. Na vitória do rebaixado Hellas Verona sobre a campeã Juventus, por 2 a 1, o matador italiano abriu o placar no primeiro tempo em um pênalti batido no estilo “cavadinha”. Após o jogo, o jogador que completará 39 anos ao final deste mês foi ovacionado pelos torcedores presentes nas arquibancadas do estádio Marcantonio Bentegodi.

É difícil dizer o que eu estou sentindo agora”, disse Luca Toni ao canal italiano Mediaset Premium. “Eu só posso dizer obrigado a todos que me permitiram ter essa noite mágica. Foi maravilhoso ser aplaudido pelos torcedores adversários também. É uma noite que irei lembrar para sempre”, completou o agora ex-atleta.

Em seguida, o jogador comentou sua cavadinha na hora de bater o pênalti contra o goleiro brasileiro Neto – Gianluigi Buffon, titular absoluto da Juventus, foi poupado da partida. “Eu não sabia se iria bater na direita ou na esquerda, então eu optei pela cavadinha”, explicou.

Luca Toni agradece os aplausos dos torcedores (Foto: Giuseppe Cacace/AFP)
Luca Toni agradece os aplausos dos torcedores (Foto: Giuseppe Cacace/AFP)

Por fim, Luca Toni afirmou, emocionado: “Esse adeus é, ao mesmo tempo, um dos mais maravilhosos e tristes da minha vida, porque deixar o futebol não é fácil”.

Em 22 anos de carreira, Luca Toni atuou por 15 times diferentes, disputou 546 partidas e marcou 273 gols. Na última temporada, o italiano balançou as redes 22 vezes e foi eleito o artilheiro da Serie A ao lado de Mauro Icardi, da Internazionale.

Durante sua carreira, conquistou a Copa do Mundo de 2006 com a Itália, dois títulos de Bundesliga vestindo a camisa do Bayern de Munique e a Chuteira de Ouro em 2005/06 por ser o atleta que mais marcou gols na temporada.