Lenda do Milan, Paolo Maldini fecha portas para ex-clube: "Com a diretoria atual, eu não volto"

Eterno camisa 3 do Diavolo comentou sobre a atual fase do clube e apontou diversos fatores para que ele chegasse a esse nível tão abaixo

Lenda do Milan, Paolo Maldini fecha portas para ex-clube: "Com a diretoria atual, eu não volto"
Foto: Getty Images

Nessa quinta-feira (2), um dos maiores jogadores da história do Milan e do futebol mundial, Paolo Maldini, concedeu uma entrevista para o canal italiano Telelombardia e falou sobre o atual momento conturbado no Diavolo. O ex-capitão rossonero revelou que várias pessoas que passaram pelo clube após a sua aposentadoria, em 2009, o chamaram por um motivo: falta de liderança na diretoria.

"É verdade que eu sou co-proprietário do Miami FC, mas não tenho nenhuma função dentro do clube. Isso não impediria de assumir alguma função no Milan, até porque eu vivo em Milão e não em Miami como muita gente diz. A verdade também é que nos últimos anos, pessoas como: Leonardo, Allegri e Bárbara Berlusconi me chamaram para pedir ajuda. Existe uma lacuna grande na área técnica do Milan e por isso que me chamavam", explicou a lenda italiana de 47 anos. 

Paolo também comentou sobre a possibilidade da compra do clube por parte dos chineses, afirmando que seria algo muito marcante na história do Milan, mas que já é algo comum em outras ligas importantes no mundo. "Seria uma mudança de muito barulho, mas devemos nos habituar a esses investidores estrangeiros. Já aconteceu em outras ligas pelo mundo e agora estão chegando a Itália. Mas não devemos nunca esquecer aquilo que foi feito por Berlusconi nesses 30 anos, mesmo com todas as críticas recebidas", salientou.  

Por fim, mandou um recado bem claro para a atual direção do Milan, avisando que não poderá contribuir com o clube, caso essa diretoria permaneça. "Se estou disponível? Para a atual diretoria não, porque temos visões muito diferentes. Na minha época, existia uma gestão autonoma de Milanello, coisa que hoje não existe. Têm vários ex-atletas que contribuiram muito para o crescimento do Milan que gostariam de ajudar, mas não encontram espaço no clube", concluiu.