De Rossi defende Thiago Motta como camisa 10 da Itália: "Merece pela parte técnica"

Meio-campista da Roma foi direto e agressivo quando questionado sobre o ítalo-brasileiro, que virou piada nas redes sociais por ser o 10 italiano

De Rossi defende Thiago Motta como camisa 10 da Itália: "Merece pela parte técnica"
Foto: Getty Images

Daniele De Rossi está se preparando para mais uma competição grande com Seleção Italiana, outra Eurocopa, desta vez na França – com início no próximo dia 10.  Tempo e experiência podem mudar muitas coisas em um homem, mas não é exatamente o que acontece com o meio-campista da Roma. Ao menos, não quando o tema é defender um colega de elenco. Thiago Motta, no caso, que vestirá a camisa 10 na Euro e acabou virando motivo de piada pelo mundo.

Para muitos, o fato de Motta ostentar a camisa 10 diz muito sobre o trabalho de Antonio Conte, priorizando a parte defensiva e esquecendo a ofensiva. De Rossi, contudo, possui outros olhos para a questão: "Quem se diverte na web ridicularizando Thiago, venha e enfrente-o, para depois lavar a boca. Um [jogador] que venceu tudo, que tem uma experiência absoluta a nível internacional. Pela parte técnica, ninguém merece mais a 10 do que ele", comentou o meia.

LEIA MAIS: Eurocopa 2016: com geração fraca e ausências importantes, Itália não anima para a Eurocopa

"Tudo bem, por características, não é um Totti, um Baggio ou um Del Piero, mas cada um deve ser o que é. Os números da camisas são importantes para as crianças, são coisas fúteis. A 10 da seleção eu também já tive, eu a vesti, sem vontade, por um fato geopolítico", continuou De Rossi. "Esta camisa não foi escolha de Thiago, ele a aceitou. Pois fez como eu, não era exatamente o seu sonho, mas aceitou por ser um jogador que também não cria problemas", seguiu a dizer.

O romanista foi perguntado, ainda, sobre a possibilidade de jogar na Major League Soccer, nos Estados Unidos, onde ocorre a Copa América do Centenário, mas descartou a ideia por enquanto. "Não agora, tenho outro ano de contrato [com a Roma]. Mas não é mistério que eu gostaria de fazer uma experiência do gênero [De Rossi já foi especulado no Boca Juniors]. Realmente não me vejo no Milan ou na Juve, ou enfrentando a Roma", rechaçou.