Presidente da federação italiana anuncia Giampiero Ventura como novo treinador da Azzurra

Carlo Tavecchio, em reunião interna nesta terça-feira (7), soltou a decisão; ex-comandante do Torino assume após a Eurocopa

Presidente da federação italiana anuncia Giampiero Ventura como novo treinador da Azzurra
Ventura vem de bom trabalho no Torino (Foto: Getty Images)

A Seleção Italiana já tem o nome de seu próximo treinador. Após a Eurocopa, quando Antonio Conte deixará a Itália para assumir o Chelsea, será Giampiero Ventura o comandante da Nazionale. A definição aconteceu nesta terça-feira (7), em reunião do Conselho Federal, na capital Roma. O contrato de Ventura, que já havia acertado sua saída do Torino e realmente era a opção mais forte, terá duração de dois anos, até a Copa do Mundo de 2018.

LEIA MAIS: Eurocopa 2016: com geração fraca e ausências importantes, Itália não anima para a Eurocopa

Ventura passou cinco temporadas no comando técnico do Torino, onde conseguiu uma vaga na Uefa Europa League via Serie A 2013/14. Na temporada seguinte, em 2014/15, classificou o time da fase de grupos ao mata-mata da segunda competição mais importante da Uefa. Nas oitavas, seu Torino bateu e desclassificou o super tradicional Athletic Bilbao na Espanha. Porém, acabou eliminado pelo Zenit, ainda que vencendo um dos dois jogos.

Giampiero tem 68 anos e estava no pódio dos treinadores mais velhos da primeira divisão italiana. Apesar de nunca ter trabalhado em um gigante do futebol da Bota, como Milan ou Juventus, Ventura já rodou por equipes como Napoli, Udinese, Cagliari e Sampdoria – além do próprio Torino –, sendo figura famosa e conhecida pelo torcedor da Azzurra. No seu longo trabalho mais recente, o comandante, assim como Antonio Conte, baseou o time no 3-5-2.

Como sua idade pode sugerir, Giampiero Ventura é da velha guarda dos treinadores italianos. Ele está distante de técnicos como Maurizio Sarri, Eusebio Di Francesco e Marco Giampaolo, por exemplo, que surgiram com força na Itália no passado recente, praticando um futebol diferente. O presidente da FIGC (Federação Italiana de Futebol, em tradução livre), Carlo Tavecchio, disse ter escolhido Ventura por sua liderança e experiência para gerir grupos.