Antonio Conte comenta sua saída da seleção da Itália: "Não é um adeus, é um até logo"

Italianos foram guerreiros do início ao fim, mas foram eliminados nas penalidades e viram a Alemanha garantir vaga às semifinais

Antonio Conte comenta sua saída da seleção da Itália: "Não é um adeus, é um até logo"
(Foto: Handout/ Getty Images)

Na tarde deste sábado (2) foi definido o terceiro semifinalista da Eurocopa 2016. Em um duelo onde a técnica da Alemanha esbarrou na alma da Itália, a vaga acabou sendo decidida nas penalidades. No tempo regulamentar, Ozil e Bonucci haviam marcado. Mas na disputar por pênaltis, brilhou a estrela de Neuer, que pegou as cobranças de Pellé, Bonucci e Darmian para garantir a vaga aos atuais campeões mundiais.

"Os rapazes deram tudo o que tinham ao enfrentar um adversário tecnicamente superior. Ser derrotado pela Alemanha não é uma vergonha para ninguém, mas poderíamos também ter garantido essa classificação em alguns momentos. Estou orgulhoso de todos eles", afirmou o técnico Antonio Conte à Rai Sport.

"Não estamos arrependidos de absolutamente nada do que fizemos. A tristeza é grande, mas tenho em meu coração que todos os atletas deram o seu máximo esforço e o seu amor por esta camisa. Estes jogadores realmente provaram que merecem vestí-la", ressaltou.

A eliminação acabou marcando a despedida de Conte do comando da Azzurra, já que o treinador havia acertado com o Chelsea antes mesmo da competição ter início.

"Não gosto de fazer avaliações em relação ao meu próprio trabalho, esta função não cabe a mim. O que me importa é saber que tive uma experiência incrível com esses rapazes, mantendo a Itália como uma equipe temida e respeita por todos. Posso garantir que isto não é um adeus, é um até logo", concluiu emocionado.

Conte foi anunciado como treinador da Azzurra logo após o fiasco na Copa do Mundo de 2014. Desde então, foram 25 partidas disputadas; com um ótimo aproveitamento foram 14 vitórias, sete empates e apenas quatro derrotas.

Para a vaga de Conte, a Federação Italiana de Futebol anunciou no início do mês passado o nome de Giampiero Ventura para o cargo. Mesmo tendo passagem por muitos clubes italianos, o treinador de 68 anos irá encarar o primeiro desafio de sua carreira. Ventura estava há cinco temporadas no comando do Torino, e terá como primeiro objetivo iniciar bem a campanha da Itália nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Giampiero Ventura terá muito trabalho para levar a Itália à Rússia em 2018? (Foto: Paolo Bruno/ Getty Images)