Campeão mundial pela Itália, atacante Gilardino é apresentado no Empoli em meio à polêmica

Embora negociação não agradado, experiente atacante assina contrato de duas temporadas com a nova equipe

Campeão mundial pela Itália, atacante Gilardino é apresentado no Empoli em meio à polêmica
Foto: Getty Images

Em meio a polêmica, nesta quinta-feira (7), o Empoli anunciou oficialmente a contratação do experiente atacante Alberto Gilardino. O jogador assinou um contrato de duas temporadas com os azzurri, sendo revelado aos torcedores de forma oficial através de um comunicado que o clube forneceu em seu site oficial.

O que pode acarretar um início ruim de Gilardino com a nova equipe é que o atleta forneceu uma entrevista antes da confirmação do negócio, dizendo que foi ao Empoli contra sua vontade, não estando particularmente entusiasmado.

Mesmo com as declarações polêmicas, o Empoli anunciou o jogador e emitiu um comunicado no seu site oficial. "Empoli FC anuncia a assinatura imediata do jogador Alberto Gilardino, o atacante assinou um contrato até 30 de junho de 2018", dizia a nota.

Gilardino é um dos maiores exemplos do famoso atacante italiano conhecido pelas torcidas como "bomber", aquele centroavante não tão habilidoso com a bola no pé, mas que faz muitos gols e de todos os jeitos. Não é à toa que Gilardino está no top 10 dos maiores artilheiros do futebol italiano, com 188 gols marcados. Mas as últimas três temporadas na carreira do experiente atacante não foram tão boas, sendo a melhor em relação a números esta última temporada, cujo qual atuou pelo Palermo e marcou dez gols em 33 partidas. Gilardino no Empoli irá continuar a perseguição do gol número 200.

O Empoli é um dos clubes mais ativos no mercado de transferências: Gilardino é a sétima novidade da equipe comandada por Giovanni Martusciello. Além do veterano atacante, os azzurri anunciaram já as contratações de Manuel Pasqual, Giuseppe Bellusci, Federico Dimarco, Marcel Buchel, Andrés Tello e Matheus Pereira.

Aos 34 anos, Alberto Gilardino foi revelado pelo Piacenza, tendo passagens por Hellas Verona, Parma, Milan, FiorentinaGenoa, Bologna, Guanghzou Evergrande e Palermo. Na Seleção Italiana, o atacante foi campeão mundial em 2006 e nas 57 partidas que atuou fez 19 gols.