Luciano Spalletti rende elogios ao meia Gerson: "É bonito de ver"

Mesmo jogando apenas os 45 minutos finais, jogador agradou ao treinador romanista; preparação da equipe segue a todo vapor

Luciano Spalletti rende elogios ao meia Gerson: "É bonito de ver"
Foto: Divulgação/ASRoma

Em partida de pré-temporada, realizada na cidade de Pinzolo, a Roma bateu a equipe local pelo "singelo" placar de 16 a 0. O jogador que marcou mais gols na partida foi Edin Dzeko, com quatro gols. Salah, Iturbe e Federico Ricci marcaram duas vezes cada. Completando o resultado, Christian D'Urso, Vasilis Torosidis, Diego Perotti, Gerson, Ezequiel Ponce e Lorenzo Di Livio deixaram suas marcas na rede adversária.

A equipe comandada por Luciano Spalletti usou duas formações distintas em cada tempo. No primeiro, o time que planeja como titular para a temporada: Alisson; Torosidis, Manolas, Zukanovic, Mario Rui; D'Urso (Soleri), Paredes, Strootman; Salah, Dzeko, Perotti. No segundo, um time alternativo: Lobont; Emerson, Gyomber, Marchizza (De Santis), Seck; Di Livio, Vainqueur, Gerson; Iturbe, Ponce, Ricci.

Quem deixou boa impressão na partida, mesmo estando no time da segunda etapa, foi o meia Gerson, recentemente integrado ao plantel romanista. O jogador foi alvo de elogios empolgados do treinador. "Gerson se movimenta bem, tem boa passada, é muito bom para conduzir a bola rapidamente, quase como se ele nem mesmo a tocasse. Nós temos que vê-lo em testes importantes, mas ele é bonito de ver", declarou em entrevista à Roma TV.

Luciano Spalletti em entrevista à Roma TV (Foto: Divulgação/ASRoma)
Luciano Spalletti em entrevista à Roma TV (Foto: Divulgação/ASRoma)

Sobre a montagem da equipe, Spalletti afirma que o trabalho está sendo feito, visando a construção do esquema de jogo. A filosofia será, essencialmente, baseada na posse de bola com toques rápidos, além de jogadas pelos lados do campo. "Estamos trabalhando para encontrar a equipe e tocar a bola rapidamente. As laterais tiveram a abordagem certa", pronunciou.

Planejando o futuro, o treinador giallorossi espera o comprometimento do grupo com o trabalho a ser realizado. Deixando claro que é necessário ser profissional na ascepção da palavra, Spalletti acredita que os jogadores têm a mentalidade correta para cumprir os objetivos e, se isto for sempre lembrado, a Roma pode pensar grande na temporada que se inicia.

"Eles sabem o que os espera e como eles devem se comportar. É preciso caráter, vontade de trabalho e sacrifício. Eles têm que ser profissionais em todos os sentidos. Nós temos um grupo de bons rapazes com a mentalidade certa. Se nos lembrarmos disso, podemos ir longe", afirmou.