Dirigente do Milan viaja à Espanha com Musacchio na mira; Turan e Vermaelen interessam

Negociação por zagueiro do Villarreal depende de recursos; outros jogadores do Barcelona estariam, também, na pauta do clube italiano

Dirigente do Milan viaja à Espanha com Musacchio na mira; Turan e Vermaelen interessam
Galliani está na Espanha para tentar trazer reforços ao Milan (Foto: Dino Panato/Getty Images)

Ainda sem grandes confirmações para a próxima temporada, a diretoria do Milan se movimenta para levar reforços ao clube. Com as já confirmadas chegadas do atacante Gianluca Lapadula, 26, e do lateral-esquerdo Leonel Vangioni, 29, três nomes, atualmente na Espanha, podem chegar a Milão: Mateo Musacchio, do Villarreal, além de Arda Turan e Thomas Vermaelen, ambos do Barcelona.

O negócio com Musacchio, 25, já vem sendo noticiado há cerca de duas semanas. O argentino, pilar da zaga do Submarino Amarelo, está bem próximo dos rossoneri, e o que impede a oficialização da contratação, no momento, é o pagamento. De acordo com o MilanNews, a venda de ações do clube aos investidores chineses ou a venda do atacante Carlos Bacca implicará a concretização da transação. A imprensa italiana afirma que o Villarreal poderia aceitar a venda por € 25 milhões, cinco a menos que pedida inicial, de € 30 milhões.

A viagem de Adriano Galliani, CEO do Milan, ao país ibérico pode ser útil, também, para conversar com Ariedo Braida, diretor do clube catalão. Segundo o La Repubblica, além de Turan, 29, e Vermaelen, 30, o atacante Cristian Tello, 24, e o brasileiro Adriano, 31, despertam o interesse rossonero. Contudo, até o momento, nada a respeito de valores ou formas de pagamento foram noticiadas.

Com novo treinador, Vincenzo Montella, o Diavolo não terá, na temporada 2016/17, os zagueiros Philippe Mexès e Alex, o goleiro Abbiati, o meia Kevin-Prince Boateng e os atacantes Mario Balotelli e Stephan El Shaarawy em seu plantel.

Temporada amarga

Após quatro bons anos no Atlético de Madrid, o turco Arda Turan chegou ao Barcelona com status de grande contratação, em julho de 2015. O jogador, no entanto, apenas estreou em janeiro deste ano, por conta de uma sanção imposta pela Fifa ao Barça. Sem grandes atuações, o meia deverá ser negociado.