Sosa é o quarto reforço do Milan para a temporada; Paredes segue no radar do clube

Parte da torcida se mostrou insatisfeita com a chegada do meia argentino, que vem da Turquia; Rodrigo Caio, do São Paulo, também interessa

Sosa é o quarto reforço do Milan para a temporada; Paredes segue no radar do clube
Meia já defendeu o Napoli e volta a jogar na Serie A (Foto: Divulgação/AC Milan)

Embora esteja desgastado, resultado de frequentes negativas nesta janela de trasferências, o Milan ainda busca renovar seu elenco. Na última quarta-feira (17), acertou a contratação do meia José Sosa, de 31 anos, ex-Besiktas, da Turquia. O jogador vem para reforçar um setor criticado da equipe, tendo em vista a irregularidade de nomes como Keisuke Honda e Andrea Bertolacci, e certamente enfrentará a concorrência direta de Giacomo Bonaventura, titular absoluto, Juraj Kucka e Riccardo Montolivo pela titularidade.

A chegada de Sosa foi questionada por muitos torcedores, que sonhavam com Rodrigo Bentacur, Mateo Kovacic e Amadou Diawara, este último próximo do Napoli. Alguns, alterados, não pouparam críticas a Adriano Galliani, CEO do clube, pedindo sua saída. Outros, no entanto, pediram paciência para ver o futebol do argentino pelo clube rossonero. O Diavolo pagou cerca de € 7,5 milhões pelo jogador, que vestirá a camisa 23.

Leandro Paredes, 22, da Roma, segue na mira do clube de Milão. O meia, que defendeu o Empoli na última Serie A, é desejado pelo treinador Vincenzo Montella, mas dificilmente deixará a capital italiana agora, isto porque o clube romano não estaria disposto a cedê-lo por menos de € 18 milhões, valor fora da condições dos rossoneri para a atual janela.

Para a temporada que tem início neste sábado (20), o Milan também trouxe o lateral-esquerdo Leonel Vangioni, 29, o atacante e artilheiro da última Serie B, Gianluca Lapadula, 26, e o zagueiro Gustavo Gómez, 23. Além disso, conta com os retornos do meia-atacante Suso, 22, e do zagueiro Gabriel Paletta, 30.

Rodrigo Caio

Outro nome na pauta rossonera é Rodrigo Caio, 23, destaque do São Paulo e da Seleção Brasileira Olímpica. Tendo em vista a concorrência do Sevilla, o zagueiro brasileiro pode custar € 12 milhões aos cofres milanistas, mas só chegaria na Europa em 2017, condição que pesa a favor do Milan; a equipe espanhola, por outro lado, já gostaria de ter o defensor após as Olimpíadas.