Hamsík valoriza empate contra Pescara na estreia da Serie A

Capitão ressalta a reação do clube no segundo tempo: "devemos valorizar este ponto"

Hamsík valoriza empate contra Pescara na estreia da Serie A
Hamsík em ação no duelo contra o Pescara (Foto: Divulgação/Napoli)

Na tarde desse domingo (21), o Napoli visitou o Pescara, em partida válida pela primeira rodada da Serie A 2016/17, no estádio Adriático. Os atuais vice campeões italianos saíram atrás no placar, mas, após bom segundo tempo, se recuperaram na partida e saíram com o empate de 2 a 2. Benali e Caprari marcaram para o time da casa no primeiro tempo, e Dries Mertens anotou dois gols para os partenopei na segunda etapa.

Após a partida, o capitão e ídolo azzurro, Marek Hamsík, falou à Mediaset Premium e valorizou o um ponto conquistado fora de casa, ainda mais devido às circunstâncias.

"Nós permitimos ao Pescara muito espaço para jogar do jeito que eles queriam, com  bola nos os pés. No primeiro tempo, fomos muito limitados e tensos, mas, depois, nós trouxemos a nossa característica. A liga não vai ser decidida agora. Teria sido importante começar bem, não fomos capazes de vencer, mas devemos valorizar este ponto de qualquer maneira", analisou.

Em uma pergunta mais polêmica, em que foi perguntado se o meia-atacante Dries Mertens não deveria ser titular devido à sua qualidade, Hamsík se manteve neutro e elogiou seus companheiros: "Temos pontas que podem marcar dois dígitos de gols nesta temporada. Dries provou isso hoje, e em outros jogos que vai ser Lorenzo Insigne que o fará”.

Questionado sobre Gonzalo Higuaín, que precisou apenas de oito minutos para marcar seu primeiro gol para a Juventus na vitória dos atuais pentacampeões sobre a Fiorentina por 2 a 1, Marek foi sincero: "É claro que foi uma sensação estranha ao vê-lo celebrar com a camisa da Juventus, mas isso é futebol".

O próximo desafio do Napoli será diante de sua torcida, na estreia da equipe no San Paolo nessa Serie A, diante do Milan, no sábado (27), às 15h45.