Embalados por início positivo nos nacionais, Roma e Porto decidem vaga na fase de grupos da UCL

Equipes estrearam com vitórias e buscam classificação na competição europeia

Embalados por início positivo nos nacionais, Roma e Porto decidem vaga na fase de grupos da UCL
Salah e Casillas, destaques das duas equipes que se enfrentam amanhã (Foto: Editoria de Arte/VAVEL)

Ainda na fase de playoffs, a Uefa Champions League já chega num ponto decisivo para as equipes que não conseguiram vaga direta na fase de grupos da competição europeia. Entre os clubes que ainda disputam o mata-mata preliminar, se encontram dois com grande tradição na UCL: Roma e Porto definem entre si uma vaga no Estádio Olimpico de Roma, nesta terça-feira (23), às 15h45, depois de terem empatado por 1 a 1 em Portugal. Com a vantagem do empate em 0 a 0 por conta do critério do gol fora de casa, os donos da casa começarão a partida com a vaga nas mãos.

No entanto, a dinâmica do jogo de ida traz bastante esperança para os torcedores da equipe portuguesa. Apesar do gol contra de Felipe, que deu a vantagem inicial para os giallorossi, os Dragões tentaram se recuperar e aproveitaram a expulsão do belga Thomas Vermaelen para mostrar um futebol bastante ofensivo, pressionando muito seus adversários. No fim, a recompensa veio com o empate, anotado após pênalti cometido pelo jovem lateral Emerson Palmieri.

Mesmo com vantagem, Spalletti prega imposição de estilo de jogo: "Não vamos deixar o destino decidir"

Após o empate em 1 a 1 no jogo de ida, era de se esperar que os romanistas comemorassem a vantagem alcançada com o resultado. Caso a Roma não sofra gols na partida de volta, terá sua vaga na fase de grupos assegurada. Apesar disso, o treinador Luciano Spalletti, em entrevista coletiva após a última sessão de treino antes da partida, demonstrou que planeja impôr seu ritmo de jogo: "Queremos impôr nosso jogo a eles. Não podemos deixar que o destino decida, vamos determinar nós mesmos o resultado da partida", afirmou o italiano.

Além disso, o técnico deixou bem claro qual é a mentalidade que espera de seus comandados, tanto dentro de campo, quanto no aspecto psicológico: "Temos que tentar vencer o jogo desde o pontapé inicial, sem ficar esperando que eles tentam marcar, dentro da nossa área. Se temos problemas ao lidar com medo, com riscos e perigo, então também teremos problemas para lidar com sucesso. Se esse é o caso de qualquer jogador, ele não pertence à Roma. Se um jogador fica nervoso com uma partida que esperamos há oito meses, ele não deveria estar aqui, porque os jogadores devem querer jogar uma partida dessas", declarou enfaticamente.

O lado romanista, no entanto, sofre com desfalques importantes. Além de Vermaelen, suspenso automaticamente após ter sido expulso no jogo de ida, os giallorossi não contarão com Alessandro Florenzi e Vassilis Torosidis, por conta de lesão. Quem está confirmado no elenco é o holandês Kevin Strootman, que também foi assunto da coletiva de Spalletti. Quando perguntado sobre a condição física do jogador, que vai para sua partida consecutiva, o técnico de 57 anos deu resposta simples: "Meu plano é que ele dispute 30 partidas. Ainda faltam 27", disse, já incluindo a partida de amanhã na conta.

Nuno Espírito Santo promete equipe aguerrida em Roma: "O Porto é uma equipe que não se rende"

O Porto terá que quebrar um grande tabu para conseguir a vaga na fase de grupos da Uefa Champions League. Os portugueses nunca conseguiram uma vitória dentro da capital italiana, sequer marcando gols nas duas partidas disputadas na capital italiana. Enfrentando Roma e Lazio, uma vez cada, os portistas empataram em 0 a 0 nas duas ocasiões, eliminando as equipes da casa. O histórico do confronto pede uma postura determinada do Porto, fato já indicado pelo treinador Nuno Espírito Santo.

"Vamos ver um Porto fiel àquilo que já demonstrou nessa temporada: uma equipe determinada e que não se rende. Só um verdadeiro time conseguirá vencer e chegar à fase de grupos da Uefa Champions League, que é nosso maior objetivo. Vai ser um Porto determinado e disposto a competir", declarou o jovem técnico, ainda com 42 anos. Impulsionados por duas vitórias nos dois primeiros jogos do Campeonato Português, os Dragões vão buscar a classificação fora de casa "disputando cada bola como se fosse a última, cada metro de gramado", segundo Espírito Santo.

Ao contrário dos donos da casa, o Porto vai com força máxima para o jogo da volta. Com todos os jogadores que participaram da primeira partida à disposição do treinador, a única novidade fica por conta da volta do meio-campista brasileiro Evandro, que foi relacionado depois de se recuperar de lesão. O também brasileiro Alex Telles, que não jogou contra o Estoril no fim de semana, por conta de uma suspensão, está na lista de convocados e deve ser titular.