Uefa oficializa e Serie A terá quatro vagas diretas nos grupos da Champions a partir de 2018

Como vinha se desenhando, Itália se torna a grande beneficiada com mudança na forma de disputa da UCL

Uefa oficializa e Serie A terá quatro vagas diretas nos grupos da Champions a partir de 2018
Foto: Divulgação/Uefa

A notícia já se arrastava há alguns dias, pessoas próximas ao alto escalão da Uefa davam a mudança como certa. Porém, apenas nesta sexta-feira (26), é que a União das Federações Europeias de Futebol tornou oficial uma alteração de estrutura que irá privilegiar bastante a Serie A – mais o inglês, alemão e espanhol. A partir de 2018, estas quatro ligas terão quatro vagas diretas na fase de grupos da Champions League, o que não acontece hoje.

LEIA MAIS: Sete temporadas, seis eliminações: pré-Champions ajuda a mostrar má fase do futebol italiano

O regulamento não atinge especificamente tal quarteto, mas diz que o benefício será entregue para as principais ligas segundo o ranking, que, a não ser que ocorra algo catastrófico ao longo do tempo, seguirão sendo as supracitadas. A notícia chega em momento perfeito para a Itália, já que os clubes da Serie A têm acumulado uma série de fracassos nas fases preliminares da Champions League – o último, há três dias, foi a Roma, eliminada em sua casa.

Como o atual formato dos playoffs não colabora, virou coisa natural ver a Bota com apenas dois participantes na fase de grupos da principal competição continental. Enquanto isso, a Espanha chegou a colocar cinco times recentemente. A Uefa ainda divulgou que, junto ao novo panorama de classificação, adicionará uma "cota histórica" para somar ao cálculo, onde títulos passados terão peso. Sendo assim, o futebol italiano definitivamente sai vencedor disso tudo.

Além disto, o pacote financeiro da Europa League também vai mudar, recebendo um ganho que poderá gerar ainda mais atenção dos clubes em relação ao torneio – a maioria dos clubes da Inglaterra, por exemplo, continua se doando pouco.