Empolgado Milan visita Napoli para tentar quebrar longo tabu

Equipes se enfrentam em situações opostas, mas com o mesmo objetivo: a vitória; Diavolo não vence em Nápoles há quase seis anos

Empolgado Milan visita Napoli para tentar quebrar longo tabu
Na temporada passada, Napoli e Milan empataram por 1 a 1 no San Paolo (Foto: Divulgação/Milan)
Napoli
Milan
Napoli: Reina; Hysaj, Albiol, Koulibaly, Ghoulam; Allan, Jorginho, Hamsík; Callejón, Milik (Gabbiadini), Mertens (Insigne). Técnico: Maurizio Sarri.
Milan: Donnarumma; Abate, Gómez, Romagnoli, De Sciglio (Antonelli); Kucka, Montolivo, Bonaventura; Suso, Bacca, Niang. Técnico: Vincenzo Montella.
ÁRBITRO: Paolo Valleri (ITA).
INCIDENCIAS: Partida válida pela segunda rodada da Serie A, a ser realizada no estádio San Paolo, em Nápoles, na Itália.

Nesse sábado (27), Napoli e Milan medem forças no estádio San Paolo, em Nápoles, em partida válida pela segunda rodada da Serie A. O jogo ocorre às 15h45. Empolgados, os rossoneri esperam derrubar um longo tabu: vencer os partenopei fora de casa depois de quase seis anos – de 2010 para cá, fora cinco jogos no San Paolo, com três empates e duas derrotas.

O Napoli iniciou o campeonato com um empate, fora de casa, contra o Pescara, por 2 a 2. Já o Diavolo começou melhor e venceu, em casa, o Torino, por 3 a 2, em dia inspirado de Carlos Bacca, autor de uma tripletta.  

Com esses resultados, as duas equipes se encontram em situações opostas na tabela. O Milan ocupa a quinta posição, com três pontos ganhos e o Napoli, está apenas no 11° lugar, com um ponto. 

Napoli buscará primeira vitória na competição 

Depois do amargo empate na estreia da Serie A contra o recém promovido Pescara, o Napoli tem a missão de vencer em casa, para não deixar a Juventus disparar logo cedo na liderança do campeonato. Para isso, o técnico Maurizio Sarri deverá promover algumas mudanças em relação ao jogo anterior. 

Mertens, autor dos dois gols em Pescara, deve ser titular na vaga de Insigne. A outra mudança também será no ataque com o polonês Milik que pode ganhar a titularidade de Gabbiadini, que pode até deixar o clube nos próximos dias.  

No mais, o time terá: Allan, Jorginho Hamsik no meio-campo, dando muita qualidade à saída de bola da equipe. A defesa será formada basicamente com os mesmos jogadores da temporada passada: Hysaj Ghoulam pelas laterais e Albiol e Koulibaly na zaga.  

Em coletiva de imprensa, Maurizio Sarri elogiou o novo Milan de Montella, afirmando que o treinador deu uma identidade à equipe, mesmo que não tenha feito grandes contratações, como na temporada anterior.

"A partida contra o Milan não será simples, eu vi os jogos de pré-temporada deles e Montella deu uma identidade a equipe. Não fizeram grandes contratações nessa janela, mas na temporada passada sim e se os jogadores renderem o que pode, será um jogo muito complicado para nós", salientou o treinador italiano de 57 anos. 

Milan quer consolidar equipe e buscar mais um triunfo 

Após a sofrida vitória na primeira rodada diante do Torino, o clima no Diavolo melhorou e começou-se a criar boas expectativas para a equipe, apesar dos reforços não serem exatamente o que a torcida esperava. E são esses reforços que estarão à disposição de Vincenzo Montella na partida contra o Napoli: Sosa Lapadula foram convocados pela primeira vez, enquanto Vangioni terá sua segunda convocação. 

Entretanto, outro reforço terá uma missão mais árdua: o paraguaio Gomez será titular pela primeira vez no Milan, substituindo Paletta, expulso no jogo anterior. Outra mudança realizada pelo treinador deverá ser na lateral esquerda por opção técnica, saindo Antonelli para a entrada de De Sciglio, que sofreu de pequena lesão e não atuou na primeira rodada. 

No mais, será o mesmo time que atuou bem na pré-temporada e também na primeira rodada diante do Torino: Kucka, Montolivo Bonaventura no meio de campo e os jovens e velozes Suso Niang no ataque.  

Vincenzo Montella declarou que a partida contra o Napoli será determinante para definir onde o Milan está, elogiando a equipe dirigida por Sarri, mas salientando que avaliará mais a forma que a seu time jogará do que o próprio resultado em si.

"Enfrentaremos um time que disputará o título, é um time que perdeu Higuaín, mas que reforçou todos os demais setores. Estão jogando um futebol interessante e nesse ponto de vista, estão na nossa frente. É uma partida muito importante para as nossas ambições e ver também a nossa dimensão. Entretanto, vou avaliar mais a atuação do time do que o resultado, por isso, quero um time com coragem, personalidade e seguro", admitiu.