Buscando a primeira vitória, Cagliari recebe Roma pela Serie A

Equipe rossoblu perdeu para o Genoa na estreia e precisa se recuperar diante da Roma, que venceu na primeira rodada

Buscando a primeira vitória, Cagliari recebe Roma pela Serie A
Foto: Luciano Rossi/Getty Images
Cagliari
Roma
Cagliari: Storari, Bruno Alves, Ceppitelli, Capuano, Isla; Di Gennaro, Padoin, Ionita, Munari; Borriello, Sau. Técnico: Massimo Rastelli.
Roma: Szczesny; Bruno Peres, Manolas, Vermaelen, Emerson Palmieri; Leandro Paredes, Strootman, Nainggolan; Salah, Dzeko, El Shaarawy. Técnico: Luciano Spalletti.
ÁRBITRO: Paolo Silvio Mazzoleni. Auxiliares: Sergio Posado e Federico Longo.
INCIDENCIAS: Partida válida pela segunda rodada do Campeonato Italiano 2016, a ser realizada no estádio Sant'Ella, em Cagliari/ITA.

Neste domingo (27), a partir de 15h45, horário de Brasília, a bola rola na cidade de Cagliari/ITA pela segunda rodada da Serie A, para a partida entre Cagliari e Roma, no estádio Sant'Ella. O início das equipes na competição foi bem diferente. Enquanto o time rossoblu perdeu por 3 a 1 para o Genoa, em partida onde vencia até os 35 minutos do segundo tempo, os giallorossi passaram por cima da Udinese, goleando por 4 a 0.

Remanescente da Serie B, a derrota fez com que o Cagliari aparecesse na zona de rebaixamento ao fim da primeira rodada, sendo o 18º colocado. Campeão da segunda divisão na temporada passada, o time rossoblu tem como objetivo principal nesta temporada permanecer na Serie A para, quem sabe em um futuro não tão distante, aumentar o tamanho de seus sonhos.

A Roma, devido ao saldo de gols proveniente de um placar elástico, encerrou a primeira rodada na liderança. Se na Serie A o começo foi bom, a semana foi catastrófica para as pretensões do restante da temporada. A derrota por 3 a 0 diante do Porto, de Portugal, pelos playoffs da Uefa Champions League, acabou com o sonho giallorossi de chegar a mais uma fase de grupos, sobrando, apenas, a vaga para a Uefa Europa League,

Ofensividade é a chave do Cagliari na busca pela primeira vitória

A preparação rossoblu não poderia ter outro foco. Após ser praticamente inoperante no ataque na derrota para o Genoa, marcando apenas um gol em meio a tantas chances, que viriam a custar caro no fim do jogo, o técnico Massimo Rastelli priorizou a parte ofensiva nas últimas atividades antes da partida deste domingo. Em campo reduzido, a finalização para o gol foi treinada fortemente.

Rastelli, apesar do placar negativo, espera que o Cagliari tenha a mesma atitude contra a Roma. "Jogamos uma grande partida. O resultado não foi favorável devido aos méritos do Genoa e por alguns incidentes infelizes, como a (bola na) trave do Giannetti. O copo está meio cheio para mim: estávamos vencendo faltando dez minutos para o final e vi o espírito certo: luta e sacrifício por cada bola. Os meninos deram sua alma, começamos com isso e vamos trabalhar nas coisas positivas, que têm sido tantas", disse.

O treinador selecionou 20 atletas para a partida. São eles:

Goleiros: Colombo, Rafael e Storari

Defensores: Bruno Alves, Capuano, Ceppitelli, Isla, Krajnc, Murru, Pisacane, Salamon

Meio-campistas: Barella, Deiola, Di Gennaro, Ionita, Munari, Padoin

Atacantes: Borriello, Giannetti, Sau

Após o desastre na UCL, confronto contra Genoa é fonte de reabilitação para a Roma

Ainda dói. Na quarta-feira (24), a derrota por 3 a 0 para o Porto-POR, em pleno estádio Olímpico, enterrou o sonho romanista de disputar a fase de grupos da Champions pela terceira temporada consecutiva. Agora que a UCL se tornou passado, as atenções se voltam para o campeonato italiano. A preparação foi encerrada em um trabalho regenerativo, visando a parte física.

O comandante giallorossi foi taxativo em relação ao que fazer com o revés sofrido. ""Precisamos lembrar o jogo contra o Porto. Vamos aproveitar o que pudermos dele, mas também temos de seguir em frente e concentrar em novos objetivos", declarou. Spalletti também espera que o apoio do torcedor não esmoreça. "Queremos olhar para frente e continuar trabalhando duro. Eles (os jogadores) não se esqueceram todo o trabalho e esforço. Eles merecem outra chance", enfatizou.

Foram 23 jogadores relacionados para o confronto contra o Cagliari. São eles: Szczesny, Nainggolan, Leandro Paredes, Strootman, Iturbe, Perotti, Dzeko, Salah, Bruno Peres, Vermaelen, De Rossi, Seck, Lobont, Alisson, Federico Fazio, Florenzi, Ricci, Gersom, Emerson Palmieri, Manolas, El Shaarawy, Marchizza, Sadiq Umar.