Fiorentina vence Chievo pelo placar mínimo em dia de festa por aniversário

Viola sofreu com três mudanças por lesão, mas comemorou vitória por 1 a 0 com gol de Carlos Sánchez em jogo com comemorações pelos 90 anos do clube

Fiorentina vence Chievo pelo placar mínimo em dia de festa por aniversário
Colombiano (esq.) marcou único gol da partida (Foto: Getty Images)
Fiorentina
1 0
Chievo
Fiorentina: Tatarusanu (Lezzerini, min. 39); Tomovic, Astori, Marcos Alonso; Tello, Carlos Sánchez (Bernardeschi, min. 54), Vecino (Badelj, min. 8), Milic; Borja Valero, Ilicic; Kalinic. Técnico: Paulo Sousa
Chievo: Sorrentino; Cacciatore, Cesar, Dainelli, Gobbi; Radovanovic, Hetemaj, Castro, Birsa (Pelissier, min. 70); Meggiorini (Rigoni, min. 83), Inglese (Jallow, min. 85). Técnico: Rolando Maran
Placar: 1-0, min. 29, Carlos Sánchez
ÁRBITRO: Michael Fabbri, auxiliado por Rodolfo di Vuolo e Claudio La Rocca. Amarelos: Cesar, Hetemaj (CHI)
INCIDENCIAS: 2ª rodada da Serie A Tim 2016-17, no Stadio Artemio Franchi, em Florença, Itália

Com a presença de grandes nomes de sua história no estádio, que recebeu grande público para a comemoração de 90 anos de história, a Fiorentina bateu o Chievo por 1 a 0, na segunda rodada da Serie A. Carlos Sánchez, de cabeça, marcou o único do jogo. A Viola, que havia perdido na estreia para a Juventus, iguala o número de pontos dos gialloblú, que venceram a Inter na primeira rodada.

A próxima rodada, que acontecerá após a data Fifa, no final de semana do dia 10, ainda não teve suas datas e horários confirmados. A Fiorentina visitará o Genoa, enquanto o Chievo vai receber a Lazio.

Viola sofre com lesões, mas sai com vantagem no placar

O primeiro tempo foi de amplo domínio da Fiorentina, tendo como principal problema nos 45 iniciais as lesões. Logo aos 8, Vecino foi substituído por Badelj com um problema na coxa. Apesar do domínio da posse de bola desde o começo - 65% no total -, a Viola demorou para criar sua primeira chance clara.

Aos 27, em jogada de contra-ataque, Ilicic acelerou pelo meio, abriu na esquerda e Valero bateu rasteiro, mas Sorrentino espalmou. Na cobrança de escanteio, Ilicic levantou e Sánchez cabeceou forte para abrir o placar no Franchi.

O Chievo até conseguiu em alguns momentos atrapalhar a saída de bola viola e roubar bolas no campo de ataque, mas sem transformar em perigo, terminando a primeira etapa com apenas uma finalização. Já a Fiorentina passou a assustar mais. Aos 33, Tomovic recebeu de Ilicic na direita e cruzou na cabeça de Kalinic, que não conseguiu colocar força suficiente e viu Sorrentino fazer a defesa.

Cinco minutos depois, mais um problema de contusão nos mandantes. Após cruzamento de Gobbi, Tatarusanu se esticou para evitar que a bola fosse para o gol e acabou se chocando com a trave. O goleiro romeno não teve condições para continuar e foi substituído por Lezzerini.

Aos 44, em contra-ataque puxado por Tello, Ilicic avançou pelo meio, limpou para o pé direito e bateu colocado, mas mandou por cima. Já nos acréscimos, após cruzamento de Alonso, Kalinic ajeitou e Sánchez chutou forte de canhota, mas a bola explodiu na defesa e a última chance do primeiro tempo passou por cima do gol de Sorrentino.

Chievo cresce, mas não iguala placar

O Chievo voltou para o segundo tempo conseguindo incomodar mais, e a Fiorentina sofreu mais para segurar sua vantagem. Aos 7, Castro foi à linha de fundo e cruzou na entrada da pequena área para Meggiorini, que não pegou forte, mas mesmo assim exigiu grande defesa de Lezzerini com os pés. Logo na sequência, Milic cruzou da esquerda, Kalinic bateu travado e a bola sobrou para Ilicic, que bateu colocado, com muito perigo. Poucos segundos depois, mais perigo para os mandantes. Inglese recebeu dentro da área e tocou para Meggiorini, que ajeitou para Birsa bater buscando o ângulo, mas mandando para fora.

Antes disso, aos 8, a Viola teve que mudar novamente por lesão. Autor do gol do jogo, Sánchez deu lugar à Bernardeschi. Aos 17, Meggiorini recebeu de Hetemaj e arriscou de fora da área, mas Lezzerini fez nova defesa.

Depois de um início forte do Chievo, a Fiorentina conseguiu novamente controlar a partida e limitar o rival a menos chances. Apesar disso, aos 28, os visitantes assustaram de novo. Após cruzamento de Hetemaj, Inglese subiu mais alto que a defesa e desviou de cabeça, mas à direita do gol

Aos 35, a Fiorentina teve grande chance de matar o jogo. Após lançamento da direita, Ilicic aproveitou falha de Cesar, avançou pela direita e, com pouco ângulo, bateu para o gol e carimbou o travessão de Sorrentino.

Mesmo sofrendo oito chutes contra no segundo tempo, a Fiorentina ia carregando com tranquilidade a sua vantagem para o fim do jogo. Apesar disso, já aos 47, Hetemaj cruzou, Castro desviou de Jallow bateu forte, mas a bola bateu na defesa e a última chance do jogo foi por cima do gol, permitindo a festa completa no Artemio Franchi.